Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Câmara de Cabeceiras de Basto quer manter Tribunal de Família e Menores no concelho

Lusa

  • 333

Cabeceiras de Basto, 02 nov (Lusa) - A Câmara de Cabeceiras de Basto pediu ao Ministério da Justiça para manter o Tribunal de Família e Menores em funcionamento na comarca, considerando "insustentável" obrigar as pessoas do concelho a deslocarem-se até Guimarães.

Em carta dirigida ao gabinete de Paula Teixeira da Cruz, a Câmara de Cabeceiras sugere ainda que no tribunal local continuem em funcionamento ou a secção de Execução ou a de Instrução Criminal.

Segundo a proposta de reforma do mapa judiciário, no distrito de Braga haverá duas secções especializadas de Execução, em Guimarães e Vila Nova de Famalicão, e duas de Instrução Criminal, em Guimarães e Braga.