Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banqueiros espanhóis asseguram que foram convocados pelo ministro para debater Bankia

Lusa

  • 333

Madrid, 24 mai (Lusa) -- Os presidentes dos três principais bancos espanhóis asseguraram hoje em tribunal que o ministro da Economia, Luis de Guindos, os convocou para uma reunião com o então presidente do Bankia para abordar os problemas daquela entidade.

"Bankia era o elefante na sala", descreveu graficamente o presidente do BBVA, Francisco González, durante a declaração como testemunha ao juiz da Audiência Nacional Fernando Adreu, adiantando que as contas que o Bankia apresentou em março de 2012, que refletiam lucros de 309 milhões de euros, não lhe pareciam credíveis.

Segundo fontes jurídicas, o presidente do BBVA explicou que tendo em conta que todas as entidades bancárias estavam a sofrer os efeitos da crise, ficou surpreendido com as contas do Bankia e sublinhou que lhe pareceram insuficientes os 7.000 milhões de euros com os quais o então presidente da instituição, Rodrigo Rato, previa solucionar os problemas do banco.