Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banif assegura que cumpre cortes dos salários dos gestores exigidos pelo Estado

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 mai (Lusa) -- O Banif recusou hoje qualquer ligação entre a atribuição de um prémio de gestão à administradora do banco no Brasil e a recapitalização pública e garantiu que os cortes nos salários dos gestores estão a ser cumpridos.

Segundo o comunicado hoje divulgado pelo banco sediado no Funchal, o valor atribuído em 2012 a Maria da Conceição Leal incorpora um prémio de gestão relativo a 2011 e não infringiu "as regras e os princípios que são impostos às instituições recapitalizadas".

"O Banif reafirma, portanto, que qualquer ligação entre a atribuição daquele prémio de gestão e o processo de recapitalização com recurso a dinheiros públicos não tem sentido. A recapitalização ocorreu cerca de um ano depois", afirmou em comunicado o banco que, em janeiro, foi recapitalizado em 1.100 milhões de euros pelo Estado português, que ficou acionista maioritário.