Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austeridade: TSD/Açores criticam novas medidas, mas reconhecem a sua necessidade

Lusa

  • 333

Ponta Delgada, 11 set (Lusa) -- O presidente dos Trabalhadores Social Democratas (TSD) nos Açores, Joaquim Machado, criticou hoje as novas medidas de austeridade anunciadas pelo primeiro-ministro, mas reconheceu a sua necessidade face à "incompetência" da governação de José Sócrates.

"Os TSD/Açores, enquanto consciência social do PSD, não podem deixar de expressar publicamente a sua discordância com as medidas de austeridade anunciadas pelo Governo da República", afirmou Joaquim Machado, numa conferência de imprensa em Ponta Delgada.

Para Joaquim Machado, "é preciso impedir, com firmeza e nobreza, que sejam os trabalhadores e os pensionistas, nomeadamente os que auferem baixos rendimentos, a suportar os maiores sacrifícios que hoje se exigem aos portugueses", acrescentando que "chegou a hora de cumprir as metas com recurso a outros meios e outros setores da sociedade e da economia nacionais".