Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ausência de líderes chineses na reunião do FMI no Japão é "totalmente apropriada" - Pequim

Lusa

  • 333

Pequim, 11 out (Lusa) -- O governo chinês considerou hoje "completamente apropriada" a ausência do ministro das Finanças e do governador do banco central na reunião do FMI e do Banco Mundial, no Japão, país com quem a China tem disputas territoriais.

O vice-ministro das Finanças, Zhu Guangyao, e o vice-governador do Banco Popular da China (banco central), Yi Gang, vão substituir, respetivamente, o responsável pela pasta das Finanças, Xie Xuren, e o governador do Banco Popular da China (banco central), Zhou Xiaochuan, no encontro que reunirá na capital japonesa os representantes dos 188 países membros do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial.

A China não deu razões oficiais para a ausência de uma delegação de alto nível no encontro de Tóquio, mas o Ministro dos Negócios Estrangeiros da China, Yang Jiechi, disse hoje que "a composição da delegação para a reunião é completamente apropriada".