Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Associação de defesa do consumidor cabo-verdiana diz que há "falta de transparência" na gestão do setor elétrico

Lusa

  • 333

Cidade da Praia, 22 nov (Lusa) - A Associação de Defesa do Consumidor (ADECO) de Cabo Verde considerou hoje que há "situações de falta de transparência" no setor elétrico, exigindo investigações oficiais à gestão das empresas produtoras e abastecedoras.

Numa conferência de imprensa, o presidente da ADECO, António Pedro Silva, defendeu que se "impõe" a intervenção das autoridades para investigar "eventuais práticas lesivas dos interesses" da população e a revisão "imediata" do contrato com a Cabeólica, a empresa que gere os vários parques eólicos no arquipélago.

A ADECO exige também uma "investigação" à gestão da empresa produtora de energia e água cabo-verdiana, a Electra, e ao setor elétrico, em geral, insistindo na questão da Cabeólica, que "canibalizou" o parque eólico doado nos anos 1990 pela Dinamarca.