Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Antigos dirigentes querem ver "esclarecidos" erros do passado no remo

Lusa

  • 333

Vila do Conde, 19 mai (Lusa) - Antigos dirigentes e membros dos órgãos sociais da federação de remo pretendem ver "completamente esclarecidos e avaliados" os "erros" que levaram à situação atual da instituição, declarada insolvente.

"A responsabilidade dos erros cometidos nos últimos oito anos deve ser completamente esclarecida e avaliada com vista a que as gerações futuras possam evitar os erros do passado e os atuais membros dos órgãos federativos possam ser julgados na sua atividade pela História, tendo em conta a herança recebida", referem.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a dezena de antigos dirigentes refere-se aos oito anos de liderança de Rascão Marques, forçado a abandonar a presidência da federação após sucessivas contas no "vermelho" desde 2004.