Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Anti-depressivos não aumentam gravidez de risco -- estudo

Lusa

  • 333

Washington, 02 jan (Lusa) -- O uso de anti-depressivos durante a gravidez não está associada a um maior risco de morte fetal e de morte nos recém-nascidos, indica um estudo divulgado na terça-feira.

O estudo sueco tem por base mais de 1,6 milhões de nascimentos em cinco países, incluindo cerca de 30.000 mulheres às quais foi prescrita medicação SSRI (ou ISRS - inibidores seletivos da recaptação da serotonina, fármacos usados no tratamento de síndromes depressivas) durante a gravidez.

Os investigadores descobriram que 1,79 % das mães expostas ao SSRI apresentaram maiores riscos de morte fetal (4,62 contra 3,69 em 1.000) e morte pós-neonatal (1,38 versus 0,96) do que aquelas que não estavam a tomar medicamentos anti-depressivos.