Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Angola: Coligação de dissidente da UNITA admite impugnação da lista do MPLA

Lusa

  • 333

Luanda, 13 jul (Lusa) - A coligação liderada por Abel Chivukuvuku, dissidente da UNITA, anunciou hoje em Luanda que está a avaliar uma impugnação à lista do MPLA, partido no poder, concorrente às eleições gerais de 31 de agosto em Angola.

"Há de facto uma série de irregularidades cometidas no âmbito da candidatura do MPLA e em tempo próprio vamos definir se vamos ou não impugnar. Mas temos conhecimento que há inúmeras irregularidades que o próprio Tribunal Constitucional também não avaliou corretamente", disse Abel Chivukuvuku, líder da Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE)

Em causa está, designadamente, a inclusão em 60.º lugar, na lista do partido no poder em Angola, pelo círculo nacional, do empresário Bento dos Santos "Kangamba", general na reforma e que alegadamente não cumpre o que está disposto no artigo 145.º da Constituição, que considera inelegíveis candidatos que tenham cumprido pena de prisão superior a dois anos.