Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ajuda externa: Presidentes do BES e do BPI acreditam que ajustamento vai continuar pela receita

Lusa

  • 333

Lisboa, 27 set (Lusa) -- Os presidentes do BES e do BPI disseram hoje que o Governo deve continuar a cortar na despesa, mas que será difícil conseguir um ajustamento apenas desse lado, afirmando que também do lado da receita o Executivo deverá tomar medidas.

"Não tenho dúvidas nenhumas de que o ajustamento que já foi feito ainda não é suficiente, vamos ter de continuar a ajustar as finanças públicas", disse o presidente do BPI, Fernando Ulrich, à margem de uma conferência organizada pela revista Exame, num hotel, em Lisboa.

Questionado sobre onde deve o Governo atuar, se do lado da despesa do Estado ou da receita que os cofres públicos arrecadam, Ulrich disse que os "desequilíbrios são tão grandes que não se consegue resolver só atuando de um lado".