Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Adesão à greve na fábrica de Évora da Kemet Electronics ronda os 90 %. - Sindicato

Lusa

  • 333

Évora, 13 dez (Lusa) -- Cerca de 90 por cento dos trabalhadores da área de produção da fábrica de Évora da multinacional norte-americana Kemet Electronics aderiu hoje ao primeiro de dois dias de greve, disse à agência Lusa um delegado sindical.

Hugo Fernandes, dirigente do Sindicato das Indústrias Elétricas do Sul e Ilhas (SIESI), indicou que na área administrativa da unidade fabril "não se fez sentir" a paralisação.

"A adesão à greve no turno que está na parte da produção de condensadores de tântalo ronda os 90 por cento. O outro turno está de folga", referiu o sindicalista.