Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Adega da Régua justifica despedimentos com quebra para metade nas vendas

Lusa

  • 333

Peso da Régua, 25 out (Lusa) -- A adega Caves Vale do Rodo, sediada na Régua, justificou hoje o despedimento coletivo de sete trabalhadores com a quebra para metade do volume de vendas, que atualmente ronda os cinco milhões de euros.

António Teixeira, elemento da direção, disse hoje à agência Lusa que a cooperativa está a proceder a um ajuste do número de funcionários para fazer frente às quebras nas vendas. Em cinco anos, segundo o responsável, a adega passou de um volume de negócios dos 10 milhões de euros para os cinco milhões de euros.

Apesar desta redução nas vendas, a Caves Vale do Rodo manteve, até agora, o mesmo número de trabalhares, designadamente 45. Até dezembro, serão despedidos sete.