Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

The Guardian lança edição online na Austrália

Sociedade

  • 333

Esta segunda-feira, o jornal britânico The Guardian, comemorou o lançamento da nova edição online e gratuita, na Austrália. O jornal promete independência editorial e uma abordagem multimédia

A terceira edição internacional e digital do jornal inglês The Guardian foi lançada na Austrália e promete focar as principais notícias deste país. A edição arrancou com uma entrevista à primeira-ministra australiana, Julia Gillard, que foi quem indicou Katharine Vinepara a chefe de redação na Austrália.

"A partir de hoje, vamos fornecer artigos, blogs, opinião e interatividade e apoiarmo-nos nas mais recentes tecnologias (...), a fim de atrair os leitores de uma nova forma", declarou Katharine citada pela agência noticiosa francesa AFP.

A versão online do jornal é consultada regularmente por 1,1 milhões de australianos, colocando o país no quarto lugar do ranking, a seguir à Grã-Bretanha, Estados Unidos e Canadá. Além disso, o jornal foi lançado em 2013 por este ser um ano particularmente interessante na Austrália, nas áreas de política, desporto e sociedade, com vários eventos a acontecer.

O site do Guardian é o terceiro mais visto no mundo entre os títulos de jornais na Internet, com 38,9 milhões de leitores, de acordo com dados relativos a dezembro, citados pela consultora norte-americana Comscore, especializada em estudos sobre a Internet.

O Guardian Australia recebeu ajuda financeira, cuja quantia não foi revelada, por parte do empresário e filantropo Graeme Wood, que tem vindo a investir no site de informação online The Global Mail, dedicado ao jornalismo de investigação e sem fins lucrativos.

Lenore Taylor, Katharine Murphy, Greg Jericó, Simon Jackman e o já premiado David Marr são cinco dos jornalistas escolhidos para fazerem parte da nova redacção. Contam também com uma equipa de 40 correspondentes internacionais em todo o mundo.