Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Pessoas com cintura maior do que metade da altura podem viver menos 17 anos

Sociedade

Os especialistas da Oxford Brookes University defendem que, para uma vida dinâmica e útil, torna-se importante que a circunferência da cintura seja menos de metade da altura

A cintura não deve ter mais de metade do comprimento da altura. De acordo com os especialistas de Oxford, para uma vida dinâmica e útil torna-se importante que a circunferência da cintura seja menos de metade da altura.

Esta maneira de medir as proporções do corpo humano revelou-se mais acertada do que o Índice de Massa Corporal (IMC), ajudando a prever a expectativa de vida de forma mais correta.

O IMC é o método utilizado pelos médicos para calcular o peso ideal para cada pessoa. É calculado através da divisão do peso da pessoa, em quilos, pelo quadrado da altura, em metros.

O estudo veio refutar esta teoria, constatando que a medida entre a cintura e a altura produz uma previsão mais precisa do estilo de vida que a pessoa pode ter ou o que deve melhorar.  

Manter a circunferência da cintura a menos de metade da altura pode ajudar a prevenir certas doenças, como a diabetes, problemas cardíacos e Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC), fazendo com que a esperança média de vida aumente. Esta medida pode ser utilizada a partir dos cinco anos de idade, para prevenir desde a infância o risco de obesidade.

A pesquisa foi realizada em pacientes que mediram a sua altura e cintura em 1980 e os resultados mais elevados foram, no caso do homem, perder até 16,7 anos da sua vida e, no caso da mulher, perder 8,2 anos, em média, por terem as medidas altura-cintura pouco proporcionais.