Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Campanha do Parlamento Europeu incentiva ao voto nas eleições europeias de 2019

Sociedade

“Desta vez eu voto” dá o mote à iniciativa de Bruxelas com lançamento marcado para este sábado, 8, na praia de Carcavelos, em conjunto com a Associação Portuguesa de Surf Adaptado – Surf Addict

A oito meses das próximas eleições europeias, a 23 a 26 de maio de 2019, as primeiras do próximo ano a que os portugueses são chamados às urnas (seguir-se-ão as Legislativas, em setembro ou outubro), o gabinete do Parlamento Europeu e a representação da Comissão Europeia em Portugal apresentam a campanha institucional “Desta vez eu voto”. “O grande objetivo é combater a abstenção e sensibilizar o público para a importância deste escrutínio e para o impacto das medidas da União Europeia nas suas vidas, incluindo na vida das pessoas com deficiência”, explica a organização. Por isso, a ação do próximo sábado, 8, na praia de Carcavelos, no concelho de Cascais é realizada em conjunto com a Associação Portuguesa de Surf Adaptado – Surf Addict. Todos os anos a associação leva centenas de pessoas com deficiência até ao mar, só nos últimos seis anos já pôs a surfar 1 800 pessoas com algum tipo de deficiência.

Entre as 10 e as 16 horas deste sábado será distribuída informação sobre a eleição dos deputados ao Parlamento Europeu para mais um mandato de cinco anos. O Parlamento Europeu é o único órgão da União Europeia que resulta de eleições diretas. Os 751 deputados que nele têm assento são representantes dos 500 milhões de cidadãos dos 28 Estados-Membro da União Europeia, com o nosso País a eleger, atualmente, 21 deputados. No areal de Carcavelos também serão abordadas as medidas da União Europeia na área da deficiência e os surfistas com necessidades especiais irão para a água com fatos com informação alusiva às eleições europeias.

A ocasião servirá também para o lançamento do site www.thistimeimvoting.eu que funcionará como uma espécie de incentivo em cadeia com o registo pessoal dos cidadãos. Para já, lê-se no site: “Desta vez, ter esperança num futuro melhor não chega. Desta vez, temos de assumir as nossas responsabilidades. É por isso que, desta vez, não lhe pedimos apenas que vote, pedimos também que incentive os outros a votar. Se todos votarmos, todos ganhamos.”