Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ganhou uma estrela Michelin a fazer 'street food' em Banguecoque mas agora quer devolver o prémio

Sociedade

LILLIAN SUWANRUMPHA / GettyImages

No passado mês de dezembro, a tailandesa Jay Fai ganhou a única estrela Michelin atribuida a uma cozinheira de comida de rua, mas a chef não pretende ficar com o galardão

Cátia Leitão

Raan Jay Fai é um restaurante de rua que pode ser encontrado em Soi Samran Rat na zona de Phra Nakhon, em Banguecoque. No passado mês de dezembro, a Michelin lançou o primeiro guia para os restaurantes da capital Tailandesa, com 17 estabelecimentos, um deles foi Raan Jay Fai, o único restaurante de comida de rua do guia para esta cidade.

Supinya Junsuta, mais conhecida por Jay Fai, tem 72 anos, é a dona deste restaurante e na zona é ainda chamada de "a rainha das omeletes de caranguejo". Embora tenha preços considerados elevados, cada omelete custa 800 baht (cerca de 21€), o restaurante é muito requisitado e as filas são uma constante, a atribuição da estrela Michelin veio tornar o estabelecimento ainda mais popular.

Depois de receber a estrela, Jay Fai teve de introduzir um sistema de marcações e a filha da chef acabou por demitir-se do seu emprego para conseguir ajudar a mãe a lidar com a quantidade elevada de novos clientes. Se o restaurante já era conhecido na zona, agora ainda atrai mais turistas, entusiastas, jornalistas e locais.

Agora, a chef quer devolver a estrela Michelin porque diz que esta lhe trouxe algumas complicações. "Durante anos e anos, eu tenho lutado para manter este negócio à tona. Agora que fomos reconhecidos e entrevistados por jornalistas, toda a gente vem até nós", disse ao Bangkok Post. Jay Fai acrescenta ainda que "muitas dessas pessoas aparecem apenas para ver e tirar fotografias e não necessariamente para comer".

Para combater as filas, a chef acabou mesmo por retirar alguns dos pratos fritos que anteriormente constavam do menu por estes demorarem demasiado tempo a confecionar e, apesar do número de clientes ter aumentado significativamente, Jay Fai revela que não está propriamente a enriquecer, pois tem medo de aumentar os preços: No entanto, para acompanhar a crescente exigência dos clientes tem de gastar muito mais dinheiro em ingredientes.

Jay Fai confessa mesmo que "desejava poder devolver a estrela", no entanto, citada pelo The Independent, a filha da chef, Yuawadee Junsuta, diz que "antes ou depois da Michelin, nós vemo-nos da mesma maneira. O Jay Fai continua a ser o Jay Fai. Mas é quando os clientes vêm ter connosco e dizem que adoram a nossa comida, que somos recompensados com os milhões de estrelas que realmente importam".