Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Sócrates e Santos Silva financiaram campanha de António Costa

Portugal

José Sócrates e o seu amigo Carlos Santos Silva, ambos detidos no âmbito da Operação Marquês, fizeram donativos no total de 12 mil euros à campanha de António Costa, durante as primárias do PS

A história é contada na VISÃO desta semana, que também lhe revela outros pormenores:

  • A herança da família do ex-Primeiro-Ministro

  • As casas da mãe

  • O misterioso homem de confiança da Covilhã que Sócrates levou para assessor nos seus governos.

LEIA TUDO NA VISÃO DESTA SEMANA, QUINTA-FEIRA NAS BANCAS

DISPONÍVEL TAMBÉM:

José Sócrates e o seu amigo Carlos Santos Silva, ambos detidos no âmbito da Operação Marquês, fizeram donativos à campanha de António Costa, durante as primárias do PS.

O diretor financeiro da campanha, Agostinho Abade, confirmou à VISÃO a informação e até facultou os respetivos valores: José Sócrates contribuiu com 2 mil euros e Carlos Santos Silva, "por indicação de Sócrates", entrou com dez mil. "Por indicação", porque o ex-administrador do Grupo Lena seria desconhecido da estrutura da campanha de António Costa.

Os donativos foram canalizados através de transferências bancárias. Apesar de não existir qualquer controlo do financiamento dessas eleições, por parte da Entidade de Contas, a candidatura de Costa prometeu máxima transparência.  

Ao que apurou a VISÃO, o Ministério Público estará a tentar apurar a origem destas e outras movimentações de dinheiro dos dois arguidos.