Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ministro japonês matou-se por ter sido revelado que tinha uma amante

Mundo

  • 333

Ministro dos Serviços Financeiros, Tadahiro Matsushita, 73 anos, suicidou-se depois de revelada alegada relação extra-conjugal

O ministro dos Serviços Financeiros japonês suicidou-se na segunda-feira, dois dias depois de uma revista ter revelado uma relação extra-conjugal que alegadamente mantinha, informou hoje a imprensa nipónica.

Tadahiro Matsushita, de 73 anos, foi encontrado enforcado na sua casa de Tóquio na segunda-feira, tendo sido encontradas junto ao seu corpo cartas dirigidas à sua mulher, ao primeiro-ministro nipónico e a ministros, segundo a imprensa japonesa.

O ministro das Finanças, Jun Azumi, vai acumular a pasta dos Serviços Financeiros na sequência do sucedido, de acordo com a agência noticiosa Jiji.