Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

França não vai negociar com sequestradores de família francesa nos Camarões

Mundo

  • 333

O ministro da Defesa, Jean-Yves Le Drian, disse hoje que a França não vai negociar com o grupo Boko Haram, que reivindicou num vídeo na Internet o sequestro de uma família francesa capturada há uma semana no norte dos Camarões

Le Drian assegurou numa entrevista concedida à estação "RTL" que considera que o sequestro não está diretamente relacionado com a intervenção militar francesa no Mali, e que essa é uma forma habitual de financiamento dos grupos radicais islâmicos.

"Uma semana antes, o mesmo grupo tomou como reféns outras pessoas, gregas e libanesas", recordou o ministro, que se referiu à prática como "um comércio" que se repete em todos os grupos terroristas, desde a Somália ao Mali.

Os sequestradores de uma família francesa que foi raptada na semana passada no norte dos Camarões, na fronteira com a Nigéria, divulgaram na segunda-feira um vídeo na Internet em que reivindicam o rapto em nome do grupo radical islâmico Boko Haram.

A gravação, colocada no serviço de partilha de vídeos Youtube, mostra os sete membros da família - três adultos e quatro crianças - sentados no chão, ladeados por vários homens de rosto tapado.

Um deles lê um texto em que reivindica a ação para o Boko Haram e nomeia dez presos nos Camarões e Nigéria que devem ser libertados, de contrário o grupo assassinará toda a família.