Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Cocaína altera o cérebro em apenas duas horas

Mundo

  • 333

Investigadores da Universidade da Califórnia, EUA, levaram a cabo um estudo em ratos que lhes permitiu concluir que duas horas depois do consumo de cocaína o cérebro já sofre alterações a nível da memória, do comportamento e da dependência da droga

Os cientistas aplicaram injeções com cocaína num grupo de roedores e injeções com água noutro grupo da mesma espécie para depois analisarem os cérebros de todos - o primeiro grupo desenvolveu rapidamente espinhas dendríticas no tecido cerebral - ou seja, mais memórias relacionadas com o consumo de cocaína.

"As nossas imagens fornecem sinais claros de que a cocaína induz o crescimento rápido de novas espinhas dendríticas e, quantas mais se formam, mais os ratos mostram que aprenderam o vício da droga", explica Linda Wilbrecht, professora assistente de psicologia e neurociência da Universidade da Califórnia.

A partir deste estudo os cientistas concluíram também que a droga afeta o cérebro de uma forma dominante, o que pode explicar o processo difícil de tomada de decisões no caso dos humanos.