Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Adolescente baleada na cabeça pelos talibãs já teve alta

Mundo

  • 333

Associated Press

Malala Yousafzai, a paquistanesa de 15 anos, que se tornou um símbolo da luta pelo direito à educação das jovens do seu país, e que em outubro foi atingida a tiro na cabeça pelos talibãs, recebeu alta hospitalar. Mas no próximo mês, será submetida a outra cirurgia crucial

A adolescente estava internada num hospital de Birmingham, Inglaterra, desde meados de outubro, para receber tratamento especializado. Agora, Malala Yousafzai deverá continuar a ser seguida e a fazer reabilitação na sua casa temporária, antes de poder ser submetida a uma cirurgia de reconstrução craniana, em fevereiro.

Os médicos que a acompanham, não lhe poupam elogios: "Malala é uma jovem forte e tem trabalhado muito com as pessoas que a têm a seu cuidado e tem feito um progresso excelente na sua recuperação", congratula-se Dave Rosser, diretor clínico dos Hospitais da Universidade de Birmingham.

Na sua residência temporária, a adolescente terá a companhia dos pais e de dois irmãos. 

Malala Yousafzai foi atingida a tiro na cabeça e no pescoço quando estava a bordo do autocarro que a levaria à escola. O ataque foi reivindicado pelos talibãs, que o justificam com o facto de Malala ser "pró-ocidente" e de falar contra o regime talibã. A adolescente já tinha sido ameaçada várias vezes.