Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Venezuela: Quatro menores assassinados diariamente no país em 2018

Mundo

MATIAS DELACROIX/ Getty Images

Quatro venezuelanos com menos de 18 anos foram assassinados por dia na Venezuela em 2018, segundo dados divulgados na sexta-feira pelo Observatório Venezuelano de Violência (OVV)

Os dados fazem parte do relatório elaborado pelo OVV e a organização não-governamental Cecodap, em conjunto com oito universidades venezuelanas, e revelam que 1.484 menores de idade morreram violentamente em 2018.

O número de vítimas é maior que os 1.134 registados em 2017.

"São 1.484 mortos em apenas um ano, quatro crianças ou adolescentes assassinados por cada dia do ano, 120 crianças e adolescentes assassinados cada mês, o que equivale a quatro salas de aula. [Isto] deveria abalar a consciência da sociedade", disse o diretor do OVV aos jornalistas.

Durante a apresentação do relatório, Roberto Briceño León explicou que 287 das vítimas foram mortas pelas forças de segurança, o que representa um aumento de 100 casos face ao ano de 2017.

"O número de mortos por agentes de segurança, em 2018, pretende justificar o abuso policial como uso legítimo da força. Nos relatórios policiais usam os termos [como] 'inimigo que opôs resistência'", denunciou Roberto Briceño León.

Os dados incluem também os casos de mortes por repressão social durante "a atuação excessiva, desnecessária e violadora da lei, de parte dos funcionários que assumem o controlo das manifestações públicas".

O Distrito Capital, a vizinha Miranda e os Estados de Arágua, Carabobo, Bolívar e Zúlia são as regiões do país com mais casos de crianças e adolescentes assassinados, segundo o OVV.

Lusa

ASSINE AQUI E GANHE UM SACO. AO ASSINAR ESTÁ A APOIAR O JORNALISMO INDEPENDENTE E DE QUALIDADE – ESSENCIAL PARA A DEFESA DOS VALORES DEMOCRÁTICOS EM PORTUGAL