Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Destroços do avião desaparecido na Birmânia foram encontrados no mar

Mundo

Destroços identificados como peças do avião militar birmanês desaparecido hoje ao largo da Birmânia com mais de 100 pessoas a bordo foram encontrados no mar

"Foram encontradas no mar peças do avião", a 218 quilómetros da cidade de Dawei (sudeste da Birmânia), disse, em declarações à agência noticiosa francesa France-Presse, Zaw Naing Lin, um responsável da força aérea birmanesa.

Um avião militar birmanês com 116 pessoas a bordo foi dado hoje de manhã como desaparecido.

"O contacto [com o aparelho] perdeu-se de maneira súbita por volta das 13:35 locais (08:05 hora de Lisboa)", divulgou na altura o chefe do exército birmanês, o general Min Aung Hlaing, na sua conta pessoal na rede social Facebook.

Uma fonte aeroportuária precisou à France-Presse (AFP) que 116 pessoas estão a bordo do aparelho, dos quais 105 são passageiros e 11 são tripulantes.

As comunicações com o avião perderam-se quando o aparelho sobrevoava a região de Dawei (sudeste de Birmânia), perto do mar de Andaman.

O aparelho tinha descolado há pouco tempo da cidade de Myeik, no sul da Birmânia (atualmente Myanmar) e tinha como destino Rangum, a capital económica do país.

As operações de busca e de resgate estão a decorrer com o apoio de aviões e navios militares.