Covid-19: O que se sabe sobre a misteriosa doença que afeta crianças e adolescentes

Getty Images

Algumas centenas de casos reportados nos EUA e em alguns países europeus alarmaram pais, médicos e cientistas para uma nova condição associada à Covid-19 que está a afetar os mais novos. A síndrome multissistémica inflamatória nas crianças e adolescentes, que tem sido relacionada com a doença de Kawasaki e o choque tóxico devido a alguns sintomas semelhantes, provoca febre alta durante alguns dias, manchas na pele, problemas gastrointestinais, inchaço dos gânglios do pescoço e, em casos mais graves, problemas cardíacos – a maioria das crianças notificadas têm Covid-19 ou anticorpos ao vírus (detetados a partir de testes serológicos).

Esta desregulação imunológica rara, que começou por ser relatada por médicos do Reino Unido no fim de abril, tem levado alguns pacientes mais pequenos às unidades de cuidados intensivos, tendo já causado mortes, está a ser alvo de estudos científicos.

A cidade de Nova Iorque, nos EUA, através do governador Andrew Cuomo, fez saber que está a investigar 102 casos desta doença e três mortes, sendo que há 14 estados norte-americanos com crianças com esta misteriosa doença.

Ainda não é certo que esta síndrome esteja relacionada com a Covid-19, mas os médicos tendem a pensar que sim.

“Estes paciente têm uma resposta do sistema imunitário anormal e agressiva à Covid-19, a agressividade é tanta que afeta a função de outros órgãos e a sua capacidade de manter a pressão sanguínea”, explica, ao The New York Times, Ofori-Amanfo, diretor do serviço de cuidados intensivos pediátricos do hospital Mount Sinai Kravis Children’s, em Nova Iorque.

Em Portugal foi noticiada apenas uma criança com estes sintomas. Graça Freitas, diretora-geral da Saúde, disse, em conferência de imprensa, que “felizmente é uma criança que evoluiu bem e já teve alta. Estamos alerta nos serviços de pediatria e estamos prontos para diagnosticar e tratar qualquer situação”.

Quando começaram a aparecer os primeiros casos foi feita uma relação entre esta síndrome e a doença de Kawasaki e o choque tóxico (caracterizado por distúrbios nos vasos sanguíneos) devido a sintomas semelhantes, o que, entretanto, tem sido descartado.

O que é a doença de Kawasaki

Também denominada de síndrome de Kawasaki (deve o nome ao médico japonês que a descreveu pela primeira vez, em 1967) tem origem numa causa infecciosa cuja origem ainda não é conhecida, e que afeta, predominantemente, crianças até aos cinco anos com predisposição genética para tal.

A língua vermelha (denominada língua de morango) é um dos sintomas da doença de Kawasaki
Fonte: Wikimedia Commons

O sintomas são febre alta durante alguns dias, erupções cutânea, aumento dos gânglios do pescoço, inchaço das mãos e pés, lábios gretados e língua muito vermelha (chamada língua de morango). Com este quadro, o sistema imunitário tem uma resposta anormal.

É tratada com imunoglobulina por via intravenosa e ácido acetilsalicílico (aspirina).

Um estudo português, de 2017, mostra que a incidência da doença no nosso País é 6,5 por 100 mil crianças com menos de cinco anos, de 4,5 por 100 mil crianças com menos de um ano e 7,8 por 100 mil crianças entre um e quatro anos de idade.

O que é o choque tóxico

É causado pela toxina de uma ou mais bactérias que provocam febre alta, erupções cutâneas, descamação da pele, pressão arterial baixa, olhos vermelhos, diarreia e dores musculares. É tratada com antibióticos.

Assine a VISÃO, papel ou digital, e receba o saco do Ricardo Araújo Pereira. A partir de €1,60 por semana. 

PRECISAMOS DE SI: ASSINE!

ASSINE

Mais na Visão

LD Linhas Direitas
LInhas Direitas

As fantasias do PM e Temido

Sem um medicamento, sem uma vacina, vamos ter de enfrentar, cada um à sua medida, sozinho, o SARS-CoV-2. Vai ser uma espécie de sorte grande

Flor de Sal

Contadores Indo-Portugueses

Eu sou da Geração X, aquela que cresceu a acreditar que homens e mulheres eram iguais e demorei décadas a aceitar que isso não é verdade. Homens e mulheres amam de forma muito diferente. Na verdade, todas as pessoas amam à sua maneira. Mais um Flor de Sal de Margarida Rebelo Pinto

António Costa sem meias palavras: "Dijsselbloem deve desaparecer"
Política

Teletrabalho, restaurantes, espetáculos e ginásios. Tudo o que muda na nova fase de desconfinamento

O Governo aprovou as medidas que vão marcar a nova fase de desconfinamento. Serviços voltam a abrir e restrições são reduzidas

Política

Covid-19: Governo faz avaliação positiva no país, mas diz que há preocupação com Lisboa

A avaliação do desconfinamento é positiva para a generalidade do país, mas "motivo de preocupação" na evolução na Área Metropolitana de Lisboa, disse o primeiro-ministro, António Costa

Sociedade

Covid-19: DGS alerta para "risco aumentado" de propagação do vírus nos cultos religiosos

As cerimónias religiosas presenciais, que são retomadas no sábado, acarretam um "risco aumentado" de propagação da covid-19, salientou hoje a DGS, no documento em que define as medidas

Ambiente

"Maré" de lagostas deixa areal das praias do sul da Nova Zelândia vermelho

As lagostas permanecem na areia para procriarem e algumas acabam por morrer. O fenómeno acontece todos os anos e dá origem a este espetáculo visual

Política

Covid-19: Cerca de 3.000 pessoas impedidas de entrar em Portugal nas fronteiras terrestres

Quinze pessoas foram detidas e cerca de três mil foram impedidas de entrar em Portugal desde que foi reposto temporariamente o controlo nas fronteiras terrestres devido à pandemia, avançou hoje o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF)

Das startups às doenças raras e agora ao simples "ao quero". Bem-vindo ao mundo do crowdfunding
Bolsa de Especialistas

Como ensinar os mais novos a pouparem?

Ainda faz sentido a semanada? Valerá a pena fazer uma conta poupança para os filhos? Deixamos-lhe algumas dicas e sugestões sobre como falar de dinheiro com as crianças e incentivá-las a poupar

Imobiliário

Regresso pleno ao trabalho com regras anti-Covid

Junho vai marcar o retorno de milhares de trabalhadores que estiveram durante semanas em teletrabalho. A CBRE gere 45 edifícios de escritórios e partilha como se está a preparar esse regresso

VISÃO Saúde

Covid-19: Distanciamento de dois metros pode não ser suficiente

Segundo um novo estudo, a distância social recomendada pelas autoridades de saúde não garante que o vírus não se transmita. As máscaras são fundamentais, avisam os investigadores

Exame
Exame

Fábrica de Cacia escapa a cortes da Renault

Área de fabrico de caixas de velocidade - a que se dedica a unidade de Aveiro - é uma das que a empresa francesa quer racionalizar para poupar um total de mais de €2.000 milhões a três anos

Have a Nice World

O Palácio do Kebab e o duplo sentido de um pequeno gesto

Há entre nós a perceção de que os imigrantes são uma ameaça, que usam e abusam dos recursos do Estado, mas isso não corresponde à verdade. Só para citar um dado: em 2017 a relação das contribuições e das prestações sociais dos imigrantes atingiu valores inéditos desde 2000, com um saldo financeiro positivo de 514 milhões de euros