Como muitos portugueses estão a pôr em risco a sua saúde quando cozinham

Do frango para o sal, do sal para a alface A bactéria Campylobacter spp. sobrevive quatro horas no sal. Usar o mesmo saleiro para temperar carne e salada é altamente desaconselhado

Como muitos portugueses estão a pôr em risco a sua saúde quando cozinham

Muita gente lava o frango antes de o cozinhar por motivos de higiene. Não deixa de ser irónico que essa “medida higiénica” seja uma das principais causas de contaminação da cozinha – o frango é a maior fonte da bactéria Campylobacter spp., o agente que provoca mais casos de intoxicação alimentar na Europa, e lavá-lo só vai ajudar a espalhar os micróbios. É por isso que uma das regras de ouro é precisamente não passar o frango por água antes de o preparar.

“Quando perguntávamos às pessoas porque estavam a lavar o frango, elas nem percebiam a pergunta”, recorda Paula Teixeira, investigadora do Centro de Biotecnologia e Química Fina, da Universidade Católica Portuguesa, no Porto, e autora de dois estudos sobre contaminação ambiental nas cozinhas domésticas.

Um dos estudos, publicado em janeiro na revista científica International Journal of Food Microbiology, acompanhou 18 casos portugueses e redundou num manual de más maneiras: 13 (72%) não lavaram as mãos antes de começarem a tratar da carne; 12 (67%) lavaram o frango previamente, debaixo de uma torneira aberta (num inquérito anterior a 609 portugueses, concluiu-se que este é um hábito de mais de metade das pessoas); e houve até um caso de alguém que arrumava a loiça lavada enquanto preparava a carne com as mãos.

Se soubessem o que o frango escondia, talvez tivessem tido outro cuidado – das 18 amostras de frango recolhidas, 14 (78%) estavam contaminadas com Campylobacter. No final, os investigadores analisaram várias superfícies e descobriram que a bactéria passara para duas tábuas de cortar, dois lava-loiças e um pano de cozinha. E este é um micróbio que não precisa de grandes quantidades para causar problemas, sublinha Paula Teixeira: “A dose para provocar uma doença é muito baixa. Basta meia dúzia de células.”
O estudo seguinte, já com vários países europeus, revelaria um hábito ainda mais arriscado.

Do frango para a salada
Apesar de ser perigosa, sobretudo para os mais velhos, crianças e grávidas, a Campylobacter morre facilmente na carne cozinhada (breves momentos a 70 ºC são suficientes). O problema é quando se transmite para alimentos que são comidos crus. E a probabilidade de isso acontecer é grande, a julgar pelos resultados de outro estudo (este em vários países europeus, incluindo Portugal), publicado em maio na revista PLOS ONE.

Neste caso, foi analisada a contaminação de alface a partir de bactérias no frango, através do sal – muita gente tempera o frango e, logo de seguida, usa o mesmo saleiro para temperar a salada, tudo com as mãos. Mas este não é um costume generalizado na Europa. “Na Noruega e em Inglaterra, não é assim. Têm um saleiro para a salada. Da primeira vez que submetemos o estudo, nem queriam aceitar. Os revisores, que eram ingleses, achavam que ninguém fazia isso. Mas depois perceberam que as pessoas faziam-no mesmo em Portugal, na Roménia, na Bulgária e na Hungria…”, recorda Paula Teixeira, que participou também nesta investigação.

Aparentemente, este descuido decorre da crença de que o sal desinfeta. “Achamos que o sal mata tudo”, diz a investigadora portuguesa. “Só que não havia nada publicado sobre contaminação no sal. O micróbio podia até cair e morrer. Mas também lá podia ficar umas horas. Não sabíamos.”

O primeiro passo foi contaminar 30 amostras de frango com a bactéria e temperá-las com sal, com as mãos. De seguida, as mesmas mãos temperaram outras 30 amostras de alface, a partir do mesmo saleiro. Resultado: em 30 amostras de sal, 21 ficaram contaminadas (70%); em 30 amostras de alface, 11 testaram positivo à bactéria (37%).

Mas talvez o problema ficasse resolvido se a salada não fosse temperada imediatamente a seguir ao frango. Os cientistas fizeram, então, testes em laboratório para perceber quanto tempo a bactéria sobrevive no sal. Ao fim de quatro horas, ainda estava ativa.

Nas conclusões de ambos os estudos, os investigadores sublinham a importância de sensibilizar os consumidores para a adoção de hábitos mais higiénicos, para evitar a contaminação dos alimentos. Recapitulando: nunca passar o frango por água, lavar sempre as mãos depois de mexer na carne e não encarar o sal como uma espécie de desinfetante milagroso. Afinal, quantas gastroenterites não serão causadas por este mito?

LEIA A VISÃO, ASSINE A PARTIR DE 6€/MÊS

ASSINE AQUI

CAPA DA EDIÇÃO

Mais na Visão

Mais Notícias

Lilibet, a filha mais nova de Harry e Meghan, herda cabelo ruivo do pai

Lilibet, a filha mais nova de Harry e Meghan, herda cabelo ruivo do pai

Oeiras EcoRally arranca sexta-feira com a participação da Exame Informática

Oeiras EcoRally arranca sexta-feira com a participação da Exame Informática

Software italiano usado para espiar iPhone e Android

Software italiano usado para espiar iPhone e Android

Anda a sentir falhas acentuadas de memória? António Damásio explica porquê

Anda a sentir falhas acentuadas de memória? António Damásio explica porquê

Espreitar o futuro

Espreitar o futuro

O vestido perfeito para a praia e para uma saída à noite

O vestido perfeito para a praia e para uma saída à noite

Letizia recupera vestido de couro para presidir a entrega de prémios de sustentabilidade

Letizia recupera vestido de couro para presidir a entrega de prémios de sustentabilidade

PRIMA ECO. Quatro mulheres empenhadas na causa sustentável

PRIMA ECO. Quatro mulheres empenhadas na causa sustentável

Boxes para correr apps em televisores mais antigos

Boxes para correr apps em televisores mais antigos

O que se sabe, até agora, sobre o caso de Jéssica, a menina de 3 anos que morreu em Setúbal vítima de maus-tratos

O que se sabe, até agora, sobre o caso de Jéssica, a menina de 3 anos que morreu em Setúbal vítima de maus-tratos

Namorada de longa data de Tom Mann morre na manhã do casamento

Namorada de longa data de Tom Mann morre na manhã do casamento

Charlene do Mónaco deslumbra em vestido assimétrico verde

Charlene do Mónaco deslumbra em vestido assimétrico verde

Raquel André: Uma Língua Portuguesa afiada

Raquel André: Uma Língua Portuguesa afiada

A PRIMA gosta das cores de verão da Parfois, dos sabores frescos da Brigadeirando e da nova coleção da Joana Mota Capitão

A PRIMA gosta das cores de verão da Parfois, dos sabores frescos da Brigadeirando e da nova coleção da Joana Mota Capitão

MNE espera que conferência da ONU dê

MNE espera que conferência da ONU dê "ímpeto decisivo" para mudar relação com os oceanos

Eis o vídeo do aniversário de Cristiano Júnior

Eis o vídeo do aniversário de Cristiano Júnior

JL 1348

JL 1348

Fotografe o Peugeot e-208 no Oeiras EcoRally e ganhe prémios

Fotografe o Peugeot e-208 no Oeiras EcoRally e ganhe prémios

Como saber se ele está mesmo apaixonado por si?

Como saber se ele está mesmo apaixonado por si?

Motos elétricas Silence chegam (oficialmente) a Portugal

Motos elétricas Silence chegam (oficialmente) a Portugal

Rainha Isabel II usa vestido perfeito para a chegada do verão

Rainha Isabel II usa vestido perfeito para a chegada do verão

Guterres pede desculpa aos mais novos pela falta de atenção aos oceanos

Guterres pede desculpa aos mais novos pela falta de atenção aos oceanos

Príncipe Carlos faz

Príncipe Carlos faz "queixa" de Camilla

Ecossintonia: quatro atrizes juntas na atitude sustentável

Ecossintonia: quatro atrizes juntas na atitude sustentável

Presidente da República diz estar

Presidente da República diz estar "muito esperançoso" na Conferência dos Oceanos

Daniela Melchior partilha fotografia ao lado de dupla em

Daniela Melchior partilha fotografia ao lado de dupla em "Velocidade Furiosa 10"

Chuva de críticas a

Chuva de críticas a "Para Sempre"

Motos elétricas Silence chegam (oficialmente) a Portugal

Motos elétricas Silence chegam (oficialmente) a Portugal

Dez vestidos em malha que vai querer comprar nos saldos

Dez vestidos em malha que vai querer comprar nos saldos

Estabilizador Moza Mini MX2: faz milagres pelos seus vídeos no smartphone

Estabilizador Moza Mini MX2: faz milagres pelos seus vídeos no smartphone

Sugestões confortáveis para aproveitar os dias de sol

Sugestões confortáveis para aproveitar os dias de sol

CARAS Decoração de junho: retiros naturais

CARAS Decoração de junho: retiros naturais

H.amo: uma nova forma de decoração da sua mesa inspirada nos padrões portugueses

H.amo: uma nova forma de decoração da sua mesa inspirada nos padrões portugueses