Mundo

Líder da UNITA diz que preço do poder "não vale banho de sangue"

O presidente da UNITA, oposição angolana, disse hoje que "o preço do poder não vale tudo, não vale o banho de sangue do povo", em resposta aos que tencionavam ver a UNITA na rua para conquistar as instituições

Mundo

"Maior desafio" da UNITA é "despartidarizar instituições do Estado"

O líder parlamentar da UNITA, Liberty Chiyaka, disse hoje que o "maior desafio" do seu partido para esta legislatura "é trabalhar para despartidarizar as instituições do Estado" angolano, em diálogo com o partido no poder

Mundo

João Lourenço investido para segundo mandato após resultados contestados pela oposição

O Presidente eleito de Angola, João Lourenço, toma posse hoje, dando início ao seu segundo mandato, perante 12 chefes de Estado e dezenas de outros representantes, mas sem a presença do principal líder da oposição, que contestou os resultados

Mundo

Angola/Eleições: Deputados tomam posse a 16 de setembro

Os deputados eleitos nas legislativas angolanas de 24 de agosto vão tomar posse na próxima sexta-feira, anunciou o primeiro secretário de mesa do parlamento, Raul Lima, mas partidos da oposição ainda debatem se assumirão os lugares na Assembleia Nacional

Mundo

Angola/Eleições: MPLA pede tranquilidade aos cidadãos e diz que instituições "continuarão a garantir a paz"

O MPLA, vencedor das eleições angolanas, pediu hoje aos cidadãos que "mantenham a tranquilidade" e respeitem a Constituição e a lei, assegurando que as instituições do Estado continuarão a servir o povo e a "garantir a paz e tranquilidade social"

Mundo

Angola/Eleições: Movimento Cívico Mudei diz que Constitucional "não decidiu a favor da procura da verdade"

O Movimento Cívico Mudei considerou hoje que o Tribunal Constitucional (TC) angolano "não decidiu a favor da procura da verdade" eleitoral e não produziu um acórdão que diminuísse a suspeição sobre o processo eleitoral, que "não foi livre nem transparente"

Mundo

João Lourenço toma posse no dia 15 de setembro

A cerimónia de posse de João Lourenço, reeleito Presidente da República de Angola, depois de o Tribunal Constitucional validar hoje os resultados eleitorais que dão vitória ao MPLA, vai realizar-se a 15 de setembro, anunciou a Presidência

Mundo

Tribunal Constitucional chumba recurso da UNITA

O Tribunal Constitucional negou provimento ao recurso interposto pela UNITA, maior partido da oposição angolana, realçando que os elementos de prova apresentados "não permitem colocar em causa os resultados globais" das eleições anunciados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE)

Mundo

Angola/Eleições: Sociólogo angolano reprova "criminalização de protestos" em período de tensão do país

O sociólogo Paulo Inglês disse hoje que Angola vive atualmente um "contexto de alguma contestação" e as ações deste momento "não deveriam ser criminalizadas", reprovando, no entanto, a postura dos jovens detidos por ofensas ao Presidente angolano

Mundo

Angola/Eleições: Tribunal Constitucional decide até quinta-feira sobre recursos da oposição

O Tribunal Constitucional (TC) decide até quinta-feira sobre os recursos interpostos pela União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) e uma coligação partidária sobre os resultados eleitorais de 24 de agosto, disse hoje fonte da instituição

Mundo

UNITA diz que discrepância de mais de 500 mil votos vira resultados a seu favor

A UNITA apontou hoje discrepâncias de mais de 500 mil votos nas eleições angolanas e afirmou que 347 mil foram subtraídos ao maior partido da oposição, alterando, a seu favor, os resultados anunciados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNU)

Mundo
Exclusivo

Angola: A nova era das incertezas

O MPLA e João Lourenço reclamam “vitória inequívoca” e estão prontos para governar até 2027, mas a UNITA e a oposição duvidam dos resultados das eleições de 24 de agosto. A instabilidade e as críticas ao partido que governa há 47 anos, e em que alegadamente abundam “portugueses”, estão para durar

Mundo

Angola/Eleições: Angolanos "devem fazer esforço para esclarecer tudo, todas as dúvidas que existem" - observador

O deputado Porfírio Silva (PS), que integrou a missão de observação da CPLP às eleições de 24 de agosto em Angola, apelou hoje aos angolanos para "que façam um esforço para esclarecer tudo, todas as dúvidas que existem"

Mundo

Angola/Eleições: PR de São Tomé e Príncipe diz que se vive um momento "sensível"

O Presidente de São Tomé e Príncipe, Carlos Vila Nova, reconheceu hoje em Luanda que o momento que Angola atravessa é "sensível" e defendeu que "o bom senso deve prevalecer sempre"

Mundo

UNITA não reconhece vitória do MPLA nas eleições gerais

O líder da UNITA não reconheceu hoje a vitória do MPLA nas eleições gerais de quarta-feira em Angola e pediu uma comissão internacional para comparar as atas eleitorais na posse do partido com as da Comissão Nacional Eleitoral (CNE)

Mundo

Angola/Eleições: MPLA não precisa de dialogar politicamente com oposição - analista

A investigadora Ana Lúcia Sá, do ISCTE-IUL, disse hoje à Lusa que apesar do forte crescimento eleitoral da UNITA, que averbou uma vitória incontestada em Luanda, o Presidente João Lourenço não precisa de dialogar politicamente com a oposição

Política

Eleições em Angola: ânimos "quentes" de madrugada junto ao Consulado de Angola em Lisboa (com vídeos)

Registaram-se confrontos na última madrugada junto ao Consulado Geral de Angola, em Lisboa. A PSP teve de atuar para conter meia centena de manifestantes que alegavam irregularidades com os votos das Presidenciais naquele país. Um polícia ficou ferido

Mundo

MPLA com vantagem com 52%, UNITA ganha em Luanda

A Comissão Nacional Eleitoral angolana anunciou hoje que o MPLA mantém vantagem, com 52,8% das votações, seguido da UNITA, com 42,8%, quando estão escrutinados 86,41% dos votos das eleições gerais

Mundo

UNITA diz que vai à frente na contagem dos votos e contraria dados da CNE angolana

Mundo

Angola/Eleições: UNITA diz que vai à frente na contagem e contraria dados da CNE (C/ÁUDIO)

Mundo

Todas as assembleias de voto já fecharam em Angola

Todas as assembleias de voto para as eleições gerais de hoje em Angola estavam encerradas pelas 18:30 locais, após mais de 10 horas à disposição dos cerca de 14,4 milhões de eleitores, anunciou o porta-voz da Comissão Eleitoral Nacional (CNE)