O assassínio de Rosa Luxemburgo: uma tragédia e uma farsa
Atualidade

O assassínio de Rosa Luxemburgo: uma tragédia e uma farsa

Há cem anos, uma das mais fervorosas defensoras do socialismo internacional era brutalmente executada, a mando de antigos camaradas do partido social-democrata. Dirigente política ainda no tempo em que as mulheres não podiam votar, Rosa Luxemburgo cofundou o partido comunista alemão, mas não poupou críticas à Revolução Russa. Ícone revolucionário de feministas, pacifistas ou marxistas, sobrevive a sua herança política e a repulsa perante o seu homicídio

Vânia Maia
Angela Merkel já escolheu sucessora. Chamam-lhe a mini-Merkel
Mundo

Angela Merkel já escolheu sucessora. Chamam-lhe a mini-Merkel

A chanceler não pretende reformar-se mas já nomeou a sua potencial sucessora: Annegret Kramp-Karrenbauer, 55 anos, uma centrista católica

Filipe Fialho
Já há acordo de Governo na Alemanha
Mundo

Já há acordo de Governo na Alemanha

Os conservadores de Angela Merkel e os sociais-democratas de Martin Schulz chegaram esta quarta-feira a um acordo de Governo na Alemanha, anunciou o ministro das Finanças e chefe de gabinete da chanceler, Peter Altmaier

Merkel vence sem maioria eleições marcadas pelo crescimento da extrema-direita
Mundo

Merkel vence sem maioria eleições marcadas pelo crescimento da extrema-direita

Angela Merkel vai ter diculdades em formar governo, depois de umas eleições em que o SPD de Martin Schulz teve o seu pior resultado de sempre e em que a extrema-direita deve chegar aos 13 por cento

Angela Merkel: A incrível história da mulher mais poderosa do mundo
Mundo

Angela Merkel: A incrível história da mulher mais poderosa do mundo

Como uma “Ossi” desajeitada e tímida chegou ao lugar da mulher mais poderosa do mundo. Dominatrix austera para uns e líder moral do Ocidente para outros, a incrível história da chanceler alemã que levou para a política o método científico

Mafalda Anjos
Extrema-direita terá assento no Parlamento alemão pela primeira vez desde 1945
Mundo

Extrema-direita terá assento no Parlamento alemão pela primeira vez desde 1945

Já ninguém tem dúvidas: depois das eleições no próximo domingo, a AfD vai ter lugar no Bundestag. E pode mesmo chegar à terceira força política no país onde a herança de um passado nazi ainda está bem presente

Mafalda Anjos
"Os partidos tradicionais são como bons álbuns sem um único hit"
Mundo

"Os partidos tradicionais são como bons álbuns sem um único hit"

Vender um político como uma banda rock. É assim a estratégia de um homem da música, Tim Renner, para fugir ao estilo "entediante e chato" dos partidos do centro na Alemanha. Será que os eleitores vão na sua cantiga?

Mafalda Anjos
‘Efeito Schulz’ em declínio acelerado
Mundo

‘Efeito Schulz’ em declínio acelerado

Os social-democratas alemães preparam-se para a terceira derrota numa eleição regional. Martin Schulz está cada vez mais longe de ganhar a chancelaria a Merkel em setembro

Martin Schulz, o alemão ‘esquisito’ que desafia Angela Merkel
Mundo

Martin Schulz, o alemão ‘esquisito’ que desafia Angela Merkel

Conheça o candidato “mediterrânico” que os sociais-democratas almães escolheram para enfrentar a “fria” chanceler nas eleições de setembro

J. Plácido Júnior
Martin Schulz despede-se do Parlamento Europeu. Para quê?
Mundo

Martin Schulz despede-se do Parlamento Europeu. Para quê?

Schulz deixa o Parlamento dos 28 para se candidatar ao Bundestag, o parlamento alemão. Mas não se ficará por aqui. Quererá disputar o lugar de Angela Merkel? E o líder do seu partido, nisto tudo?

Inês Rapazote
Guinada à (extrema) direita na Alemanha
Mundo

Guinada à (extrema) direita na Alemanha

Sete décadas depois da derrota do nazismo, na Segunda Guerra Mundial, a extrema direita desfila triunfalmente através da paisagem política alemã, causando dores de cabeça ao establishment, em particular à chanceler Angela Merkel

Francisco Galope
Angela Merkel derrotada na sua própria região por partido anti-imigração
Mundo

Angela Merkel derrotada na sua própria região por partido anti-imigração

Partido populista e anti-imigração, Alternative für Deutschland, alcançou 21,8% dos votos e deixou o Partido Democrata-Cristão, liderado por Merkel, a dois pontos percentuais. O Partido Social-Democrata liderou com 30% dos votos

Pacheco Pereira: o outsider que não foi dizer "amabilidades" ao PS
Política

Pacheco Pereira: o outsider que não foi dizer "amabilidades" ao PS

Convidados de António Costa no 21º Congresso do PS elogiam a "geringonça" e pedem-lhe alterações na Europa

Márcia Galrão
Os trabalhos e os dias

Débâcle da Esquerda

Os partidos socialistas não ganharam com a crise da dívida e estão a perder com a dos refugiados

Paulo Chitas