Opinião
Exclusivo

Os números do desassossego

Os indicadores que se vão acumulando, nos últimos dias, mais do que um combustível para o pessimismo, deveriam ser escutados como um grito de alerta para a verdadeira situação do mundo

Editorial

Libertar as utopias

As diferenças entre as duas propostas são abissais: a prisão perpétua representa um retrocesso civilizacional; o rendimento básico universal é uma utopia em busca de poder ser concretizada

Opinião

A abstenção não vos tira o sono?

A abstenção devia ser uma das preocupações que, em nome da defesa da democracia, nos tiraria o sono, em busca de soluções para a combater. Afinal, mesmo em campanha eleitoral, preferimos continuar a dormir... sem pensar nela

Editorial

A certeza da incerteza

Já se percebeu que até poderemos libertar-nos da pandemia, mas não vamos libertar-nos tão cedo do vírus

Editorial
Exclusivo

O grito de alerta de Maria Ressa

As grandes companhias tecnológicas vivem exatamente desta polarização de opiniões, lucrando de forma desmesurada com as declarações vertidas num post ou num tweet que consiga incendiar as redes sociais

Opinião

Cuidado com as previsões

Há uma grande diferença entre prometer baixar os impostos (e não o fazer) e anunciar o fim da pandemia – e ele não se concretizar. No primeiro caso, apenas o político é responsabilizado, no segundo é toda a confiança na vacina e na Ciência que pode ser minada

Editorial

O vencedor raramente leva tudo

Rui Rio possui o raro registo de conseguir ganhar eleições, mesmo quando todas as apostas se alinham contra ele

Opinião
Exclusivo

“Sapiens” ou “Stupidus”?

Passou o tempo destinado a alertar as pessoas para a necessidade de nos preocuparmos com as alterações climáticas. Já nada mais há a fazer nesse domínio. É preciso, isso, sim, agir, tomar as medidas necessárias que impeçam a contínua subida das temperaturas, que nos obriguem a todos, enquanto Humanidade, a permitir que a nossa espécie continue a existir na Terra – porque o planeta, connosco ou sem nós, continuará a girar à volta do Sol, durante mais uns quantos milhões de anos

Editorial

A bomba-relógio das vacinas em África

Quanto mais tempo demorarmos a vacinar em África, mais longe estará também o fim desta pandemia

Editorial

O Orçamento e a geração extraordinária

O problema do salário dos jovens licenciados não é a carga fiscal, mas o facto de serem baixos

Opinião
Exclusivo

A ponta do icebergue

Perante cada nova fuga de informações que ocorre, por mais extensa, global e profunda que aparente ser, fica sempre a mesma sensação: continuamos, apesar dos terabytes descomunais, apenas e só a ver a ponta do icebergue

Editorial

Vamos falar a sério sobre a abstenção?

Em Portugal, pelo contrário, continuamos na inação do costume, a deixar a democracia a ser minada. No combate à abstenção somos... abstencionistas.

Opinião
Exclusivo

O telefone da Europa ainda toca?

Não é arriscado prever que a União Europeia possa estar a viver um dos seus momentos mais críticos, se quiser manter a sua influência internacional

Editorial
Exclusivo

Por quanto tempo perdura a memória dos homens bons?

O que sempre moveu Sampaio não foi o seu lugar na História, mas o tentar mudar a História

Editorial
Exclusivo

A hora da verdade para os talibãs e para o mundo

De uma forma ou de outra, os próximos tempos no Afeganistão vão permitir-nos estabelecer algumas linhas divisórias: perceber quem se preocupa, de facto, com os direitos humanos ou quem está apenas a olhar para a realpolitik e a influência geoestratégica

Editorial

Os incendiários somos nós

A crise climática já se tornou inevitável e irreversível. E só nos resta uma oportunidade, a derradeira – já não para evitar o pior mas, apenas, para tentar evitar o pior cenário possível

Editorial

O desafio da clarificação

As recomendações da DGS até podem ser polémicas – só não deviam, nunca, era ser confusas

Editorial

Olímpicos de sofá

De ânimo leve e de verbo fácil, uma pergunta passou, no entanto, a ser repetida em todos os ciclos olímpicos: se já mostrámos que podemos vencer, porque é que não vencemos mais vezes?

Tóquio2020
Exclusivo

Jogos Olímpicos: Uma história de poder, suor e dinheiro

Por que razão se insiste em realizar uns Jogos sem festa nem público, contra a vontade popular e numa cidade em estado de emergência? Embora muitos repitam que a política e o desporto não se devem misturar, ao longo da história dos Olímpicos raramente andaram separados. E Tóquio 2020 é a prova mais recente disso

Opinião

O circo e a Justiça

A Justiça não tem um só tempo. Por aquilo a que temos assistido, com alguma frequência, será melhor passarmos a considerar que a Justiça em Portugal tem dois tempos: primeiro o do circo e só depois o da Justiça

Pode a Europa defender o ambiente sozinha?
Editorial
Exclusivo

A última oportunidade da Europa é verde

Para se afirmar, a Europa precisa de recuperar os seus valores fundacionais