Editorial

O Orçamento e a geração extraordinária

O problema do salário dos jovens licenciados não é a carga fiscal, mas o facto de serem baixos

Opinião
Exclusivo

A ponta do icebergue

Perante cada nova fuga de informações que ocorre, por mais extensa, global e profunda que aparente ser, fica sempre a mesma sensação: continuamos, apesar dos terabytes descomunais, apenas e só a ver a ponta do icebergue

Editorial

Vamos falar a sério sobre a abstenção?

Em Portugal, pelo contrário, continuamos na inação do costume, a deixar a democracia a ser minada. No combate à abstenção somos... abstencionistas.

Opinião
Exclusivo

O telefone da Europa ainda toca?

Não é arriscado prever que a União Europeia possa estar a viver um dos seus momentos mais críticos, se quiser manter a sua influência internacional

Editorial
Exclusivo

Por quanto tempo perdura a memória dos homens bons?

O que sempre moveu Sampaio não foi o seu lugar na História, mas o tentar mudar a História

Editorial
Exclusivo

A hora da verdade para os talibãs e para o mundo

De uma forma ou de outra, os próximos tempos no Afeganistão vão permitir-nos estabelecer algumas linhas divisórias: perceber quem se preocupa, de facto, com os direitos humanos ou quem está apenas a olhar para a realpolitik e a influência geoestratégica

Editorial

Os incendiários somos nós

A crise climática já se tornou inevitável e irreversível. E só nos resta uma oportunidade, a derradeira – já não para evitar o pior mas, apenas, para tentar evitar o pior cenário possível

Editorial

O desafio da clarificação

As recomendações da DGS até podem ser polémicas – só não deviam, nunca, era ser confusas

Editorial

Olímpicos de sofá

De ânimo leve e de verbo fácil, uma pergunta passou, no entanto, a ser repetida em todos os ciclos olímpicos: se já mostrámos que podemos vencer, porque é que não vencemos mais vezes?

Tóquio2020
Exclusivo

Jogos Olímpicos: Uma história de poder, suor e dinheiro

Por que razão se insiste em realizar uns Jogos sem festa nem público, contra a vontade popular e numa cidade em estado de emergência? Embora muitos repitam que a política e o desporto não se devem misturar, ao longo da história dos Olímpicos raramente andaram separados. E Tóquio 2020 é a prova mais recente disso

Opinião

O circo e a Justiça

A Justiça não tem um só tempo. Por aquilo a que temos assistido, com alguma frequência, será melhor passarmos a considerar que a Justiça em Portugal tem dois tempos: primeiro o do circo e só depois o da Justiça

Pode a Europa defender o ambiente sozinha?
Editorial
Exclusivo

A última oportunidade da Europa é verde

Para se afirmar, a Europa precisa de recuperar os seus valores fundacionais

Opinião

Surpreendidos, outra vez?

O mais certo é voltarmos a ter surpresas, com o vírus a desenvolver variantes que lhe permitam cumprir a sua principal função: infetar-nos. É para isso que ele existe, não nos esqueçamos. Nem voltemos a cair no erro de achar que o eliminamos num instante, só porque a maior parte das pessoas à nossa volta já está protegida com uma vacina

Editorial

Precaução e bom senso

Mais do que estar a anunciar que o fim da pandemia está ali ao virar da esquina, importa reforçar os princípios básicos do combate ao vírus: testar, rastrear e vacinar, vacinar, vacinar

Opinião
Exclusivo

Nova velha Ordem Mundial

Estamos assim a assistir, porventura, à criação de uma nova ordem mundial – bem alicerçada na antiga que saiu do pós-guerra – e com igual divisão do planeta em dois blocos. Só que, desta vez, a potência dominante precisa cada vez mais do apoio do resto do mundo para enfrentar a potência ascendente

Editorial

Ingleses, turismo e Rúben Dias

Mais do que andar à procura de teorias da conspiração na recente decisão do governo de Londres em nos retirar da sua “lista verde” de destinos para viajar, o que Portugal precisa de fazer é quebrar essa relação de dependência

Opinião
Exclusivo

A certeza da incerteza

Contas feitas, quem estiver a entrar agora no mercado de trabalho deve preparar-se para, no final da carreira contributiva, lá para 2060 ou 2070, ter de passar a viver com menos de metade do seu ordenado na altura da aposentação. Parece assustador?

Editorial

Imunidade de quê?

Cantar vitória aos 70% é correr o risco de, a partir desse momento, muitas pessoas não quererem ser vacinadas, por pensarem que já estão protegidas

Editorial

Impunidade e impotência

Este tipo de ziguezagues na política internacional tem um custo imediato: permite a perpetuação das atrocidades, com uma impunidade sustentada no “silêncio” dos mais fortes, e que nos devia envergonhar a todos – seja em Gaza ou na Birmânia

Opinião

Raposas e cordeirinhos

Na Europa, como de costume, reina a confusão sobre quem comanda de facto, reforçada ainda por cima com a liderança bicéfala entre os presidentes do Conselho e da Comissão. Não admira, assim, que os europeus caiam mais vezes no papel de cordeirinhos, perante o apetite das velhas e hábeis raposas

Editorial

À Tap não lhe basta voar, tem de ser exemplar

A Tap precisa de ser um fator de união, e não de desunião, entre os portugueses