Opinião

Nova esperança

Lisboa e Porto conquistam-se, e esse caminho tem de começar a tempo. Com ideias e com protagonistas. Até porque, afinal, a vitória no País se decide nos grandes centros urbanos