Bolsa de Especialistas

As inexatidões da Ministra da Justiça no parlamento

Não podemos aceitar que perante estes dados, que a Ministra da Justiça não pode ignorar, tenha ido ao parlamento afirmar que o número de magistrados é até superior ao das necessidades, desrespeitando todos aqueles que têm, muitos deles no limite das suas forças, aguentado o volume de trabalho que lhes é atribuído, com claro prejuízo para a sua vida pessoal e familiar a que têm direito

Exame
Opinião

A Inteligência Artificial mudou o mundo e a profissão de tradutor não ficou para trás

Tal como os seres humanos, as máquinas dependem da aprendizagem e da melhoria contínua, por isso, as correções humanas são contribuições importantes para o seu aperfeiçoamento, num ciclo de evolução mútua.

Opinião

Corrupção ou o debate quase impossível

Pretender que houve, há ou haverá alguma relutância por parte do PS em combater a corrupção é desmentido pela História e pelo presente, resultando a façanha de uma postura conspirativa amiga do pior que vai acontecendo à política

Opinião

A arrogância do fim da história

Subjacente à vontade de acertar as contas com o passado, está a noção de que estes novos “historiadores” são os intérpretes últimos da História

Opinião

Sara Ocidental: muralhas no deserto

O povo saraui merece ser apoiado. Com o recomeço da guerra aumentaram as violações dos direitos humanos. Estamos à espera de massacres mais visíveis para agir?

Em sincronização
Exclusivo

Bem-vindos à luta pelos direitos no Sudoeste Alentejano

Há anos que se encolhe os ombros na esperança de que as estufas continuem a produzir e que eles lá se arranjem, mesmo quando, perante uma pandemia, as condições de salubridade fossem particularmente preocupantes, colocando em risco não apenas as suas vidas, mas também a saúde e a economia da região

Bolsa de Especialistas

Tribunal Central de Instrução Criminal

O problema do tribunal central de instrução criminal não reside nas suas específicas competências, mas na excessiva pessoalização que resulta de um quadro com apenas dois juízes e do elevado grau de exposição mediática a que estão sujeitos em virtude do particular interesse despertado na opinião pública pelos processos que nele são tramitados

Exame
Opinião

O Dia da Aguardente (Portuguesa)

As Aguardentes Portuguesas exportam hoje cerca de 20% da sua capacidade. Grande parte destina-se a mercados com ligação a Portugal, mas há muito potencial para abrir os horizontes a outras regiões

Opinião

Do País que queremos à dívida que temos

Posso perceber que não é possível ter políticas públicas que neutralizem totalmente os impactos da pandemia, mas a verdade é que podíamos ter feito muito mais e que a nossa resposta orçamental foi curta

Opinião

Marcelo, um artista e o 25 de Abril

Além do notável discurso do Presidente, zero mortes por Covid, no dia 25 de Abril, foi também uma sua comemoração

Opinião

Longos anos revelam-se em 100 dias

O homem que, durante a campanha eleitoral, foi acusado de prometer pouco, ser incapaz de dinamizar a esperança e apenas poder ser “útil” para derrotar Donald Trump está a fazer, afinal, muito mais do que quase todos pensavam. Há uma boa explicação para isso: chama-se experiência

Boca do Inferno
Exclusivo

António Bip Bip e Pedro Nuno Coyote

Se eu fosse Pedro Nuno Santos, evitaria ir fazer safaris com António Costa. Parece-me evidente que, em certo ponto da viagem, António Costa diria: “Ó Pedro Nuno, que bem se está aqui na savana, não é? Gostas de gatos? Porque é que não vais fazer umas festinhas àquele grupo de gatinhos amarelos que está ali?

Mercosul Bruxelas protestos Exame
Opinião

A estranha obsessão de António Costa

É difícil perceber o afã de António Costa numa frente tão improvável. E tão insustentável. É ainda pouco claro o que se retirará desta presidência portuguesa da UE. Mas parece que o slogan de António Costa de que, quando esta terminar o futuro do planeta estará melhor, é manifestamente exagerado.

Opinião

Porque não temos mais séries e filmes portugueses?

É difícil explicar a quem quer co-produzir e filmar em Portugal, que o PIC Portugal não dá resposta às produtoras há 4 meses

Bolsa de Especialistas

Liberdade

Não há como conceber o ser humano desprovido da sua liberdade, não seria pessoa humana

LD Linhas Direitas
LInhas Direitas

Não há um Portugal perfeito!

Portugal é a sua História. Não se pode esbater, apagar, reduzir e branquear. As Nações não fazem isso. Assumem, sempre. E assumir é aceitar os atos magníficos, os vulgares e as malfeitorias

Exame
Opinião

Mais Economia Humana. Por favor.

Não se pode desvalorizar a economia humana na tomada de decisões de qualquer gestão de crise, sob pena de prolongarmos a mesma em virtude dos danos que se distanciarão da sua origem.

Opinião

Follow the money

Não é por precipitação, mas, sim, por responsabilidade que se deve criminalizar a ocultação de incrementos de riqueza

Diário de uma Avó e de um Neto

O pano não desce para Carmen Dolores

A escritora Alice Vieira escreve, com Nelson Mateus, um diário sobre as suas recordações e sobre as memórias entre as diferentes gerações. O Diário de uma Avó e de um Neto, um projeto do site Retratos Contados

Igualmente desiguais

Menores em fuga

Um miúdo, que conheceu por acaso devido à sua profissão e por breves minutos, veio ao seu encontro desesperado. Trata-se dum menor do Kuwait, à guarda do Estado Português e que fugiu da instituição onde estava. Depois de ter dormido ao relento e cheio de fome, foi esperá-la à porta do trabalho e pediu ajuda

Em sincronização

Enriquecidos, justificai-vos!

O tema é sensível, e os equilíbrios são frágeis. Tal como no sigilo bancário e nos acessos aos dados pessoais, estas são matérias no fio da navalha da defesa das liberdades dos cidadãos. Mais vale ponderar e fazer uma boa lei do que legislar à pressa uma má lei