Ministério Público pede penas suspensas para Orlando Figueira e Paulo Blanco
Sociedade

Ministério Público pede penas suspensas para Orlando Figueira e Paulo Blanco

O Ministério Público pediu hoje a condenação dos arguidos Orlando Figueira e Paulo Amaral Blanco, no âmbito da Operação Fizz, a penas de prisão suspensas na sua execução.

Proença de Carvalho confirma vários encontros com procurador Orlando Figueira
Política

Proença de Carvalho confirma vários encontros com procurador Orlando Figueira

Proença de Carvalho, o ausente mais presente na Operação Fizz, está hoje a ser ouvido nesse julgamento. O advogado confirma que se encontrou com Orlando Figueira em 2015 mas disse que teve de fazer um esforço de memória: "Foi muito pouco relevante na minha vida profissional." Já todos os outros alegados encontros que não ficaram documentados, negou-os, como negou também ser o advogado do banqueiro Carlos Silva

Carlos Alexandre alvo de inquérito por expressar dúvidas quanto ao sorteio que atribuiu processo Marquês a Ivo Rosa
Política

Quem tentou tramar Carlos Alexandre na Operação Fizz?

O juiz foi chamado ao Ministério Público, em janeiro de 2017, para explicar uma transferência de 10 mil euros para Orlando Figueira, mas o comprovativo desse movimento bancário não ficou guardado no processo. E agora o procurador acusado de corrupção tenciona apresentar uma queixa-crime por violação do seu sigilo bancário

Dossier sobre Manuel Vicente nunca desapareceu e procuradoras do processo Fizz até o consultaram
Política

Dossier sobre Manuel Vicente nunca desapareceu e procuradoras do processo Fizz até o consultaram

Cândida Almeida disse no julgamento da Operação Fizz que um dossier sobre o ex-vice-presidente de Angola se tinha “extraviado”. Nesse mesmo dia, o atual diretor do DCIAP informou o tribunal que não era verdade: o dossiê estava ali guardado e tinha sido consultado pelas procuradoras que investigaram a Operação Fizz. Agora um dos arguidos escreveu duas cartas a acusar essas magistradas de terem enganado deliberadamente Cândida Almeida

Proença de Carvalho confirma vários encontros com procurador Orlando Figueira
Política

Proença diz que duração de chamadas para procurador “demonstra que nada de relevante pode ter sido falado”

Reagindo à notícia publicada no site da VISÃO com o registo das chamadas entre o procurador Orlando Figueira e o escritório de Proença de Carvalho, ao longo do ano de 2015, o advogado e presidente do conselho de administração da Global Media diz que o procurador o contactou pela primeira vez em maio desse ano. E promete mais explicações sobre o que se passou a partir daí para o julgamento da Operação Fizz

Proença de Carvalho ter-se-á encontrado em setembro com o procurador Orlando Figueira
Política

Proença de Carvalho ter-se-á encontrado em setembro com o procurador Orlando Figueira

Na tarde de 14 de setembro, Proença de Carvalho ter-se-á encontrado com o procurador Orlando Figueira no escritório do advogado Paulo Sá e Cunha, confirmam à VISÃO fontes próximas da Operação Fizz. Essa reunião dá força à tese de Orlando Figueira de que Proença de Carvalho terá comprado o seu silêncio no processo pagando os honorários do seu advogado e prometendo-lhe um bom emprego no futuro

Cândida Almeida diz que não sabia quem era Manuel Vicente
Política

Banqueiro Carlos Silva quer testemunhar no processo Fizz, mas por videoconferência

Testemunha do processo Fizz, que tem o procurador Orlando Figueira como principal arguido, alega nunca ter sido notificado para testemunhar no julgamento em Lisboa. Os arguidos do processo têm defendido em julgamento que quem ofereceu trabalho ao procurador foi o banqueiro angolano e não o ex-vice-presidente Manuel Vicente

Cândida Almeida diz que não sabia quem era Manuel Vicente
Mundo

Operação Fizz: Emitido mandado de detenção para notificar Manuel Vicente em Portugal

O tribunal que julga o processo Operação Fizz emitiu na sexta-feira um mandado de detenção para notificar em Portugal o ex-vice-presidente angolano Manuel Vicente da acusação

Orlando Figueira diz que vai prestar declarações
Política

Orlando Figueira diz que vai prestar declarações

O procurador Orlando Figueira, acusado de corrupção passiva, branqueamento de capitais e violação de segredo de justiça no âmbito da Operação Fizz, afirmou hoje à chegada ao tribunal que pretende prestar declarações e reafirmou a sua inocência.

Cândida Almeida diz que não sabia quem era Manuel Vicente
Política

Manuel Vicente vai ser julgado à parte e Angola diz que "não é possível" notificá-lo

O Tribunal determinou a separação do processo no caso da Operação Fizz. Isto no mesmo dia em que foi conhecida a resposta à carta rogatória de Portugal, na qual a Justiça angolana diz que que não era possível notificar o ex-vice-presidente Manuel Vicente

Advogado do Estado angolano acusa Cândida Almeida de mentir e expõe fotografia com a procuradora
Política

Advogado do Estado angolano acusa Cândida Almeida de mentir e expõe fotografia com a procuradora

Paulo Amaral Blanco, um dos arguidos que na próxima segunda-feira começa a ser julgado no processo que envolve Manuel Vicente e o procurador Orlando Figueira, acusa a procuradora Cândida Almeida de mentir e de pedir cunhas para amigos visitarem Angola

As altas figuras de Angola e os milhões que o procurador agora detido investigou
Sociedade

As altas figuras de Angola e os milhões que o procurador agora detido investigou

Do Vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, ao general Kopelipa, Chefe da Casa Militar do Presidente José Eduardo dos Santos, foram várias as figuras importantes do regime de Angola visadas em inquéritos-crime tutelados pelo procurador Orlando Figueira no DCIAP, entre 2008 e 2012, envolvendo muitos milhões. O magistrado foi detido esta terça-feira, pelo alegado recebimento de luvas superiores a €1 milhão, em troca de arquivamentos de processos