Sociedade
Exclusivo

Podcasts, o universo onde ainda (quase) tudo é permitido

As redes sociais aumentaram a vigilância e estão a eliminar mais mensagens de ódio partilhadas pelos utilizadores. Os extremistas voltam-se, agora, para um universo onde (quase) tudo é permitido: o dos podcasts

Exame Informática
Mercados

Apple Music, YouTube e Spotify removem músicas e playlists racistas

Faixas de cariz racista ou homofóbico estavam disponíveis nas principais plataformas de streaming de música e foram agora removidas

Exame Informática
Mercados

Governo quer monitorizar discurso de ódio na Internet

A ministra de Estado e da Presidência anunciou que vai arrancar em breve a contratação pública de um projeto para acompanhar e monitorizar o discurso de ódio online

YouTube removeu mais de 17 mil canais nos últimos três meses  Exame Informática
Internet

Estarão os comentários do YouTube a fomentar o ódio?

Um estudo que analisou milhares de vídeos do YouTube conclui que o algoritmo da plataforma pode estar a recomendar a visualização de conteúdos extremistas a quem publique comentários em vídeos mais moderados

O regresso dos skins
Sociedade

O regresso dos skins

Encontram-se numa skin house em Odivelas e recrutam em concertos com músicas de ódio contra os judeus e as “mulheres traidoras”. De forma mais ou menos silenciosa, o movimento antes liderado por Mário Machado voltou a organizar-se: tem um novo cabecilha e novos militantes, sujeita iniciantes a atos de violência e atacou pelo menos vinte pessoas – duas delas quase morreram

Exame Informática
Internet

Anonymous caçaram o homem mais odiado da Internet

Já ouviu falar de Hunter Moore? Em todo o mundo há pessoas que dificilmente esquecem o nome do homem que ganhou o título de mais odiado da Internet por publicar imagens de casais em pleno ato amoroso.

Sociedade

Cristiano Ronaldo adora "o ódio nos olhos das pessoas"

O internacional português continua no centro da polémica. A sua transferência milionária para o Real Madrid continua a ser alvo de fortes críticas e o craque, provou, com as suas últimas afirmações, que continua a adorar semear ódios por entre quem o rodeia