Opinião

Um ano de covid-19 em Portugal

Façamos uma pequena viagem sobre este ano improvável, de luta contra o vírus, com sucessos e falhas, heróis e vilões, doentes que recuperaram, excesso brutal de mortalidade, recessão na Economia, encerramento de empresas e aumento do desemprego, interrupção nos diferentes graus de ensino e graves problemas de saúde mental

Opinião

Vacinas em autogestão

Ser pouco cuidadoso e ambíguo na definição de prioridades e conviver bem com os prevaricadores, perante um bem escasso e dispendioso que solidariamente financiamos, é um ato de profunda irresponsabilidade. E os que de forma ativa ou passiva atropelam premeditadamente os critérios de vacinação devem ser pública e severamente censurados

Opinião

A catástrofe anunciada

O problema maior esteve na falta de decisão política, firme, coerente e sem medo

Opinião

A Covid-19 levou-nos ao tapete

A situação atual da pandemia em Portugal tem sido, em momentos diferentes, vivida em quase todos os países, o que nos remete para outra questão relevante: o vírus não se dá a conhecer, altera as formas de intervir e apresenta-se com diferentes roupagens. Ou seja, parece ir sempre à frente, criando dificuldades novas e surpreendentes, aos investigadores, aos infeciologistas, aos políticos e à gestão dos serviços de saúde

Opinião

A terceira vaga

É verdade que as medidas de higienização e de distanciamento ajudam muito a proteger as populações contra o vírus. Mas não são suficientes. Estava-se mesmo a ver que as enchentes nas grandes superfícies, nas pastelarias, nas estradas e nos convívios de Natal dariam este resultado, independentemente do esforço e atenção às questões da higiene e do distanciamento

Opinião

Vacinação contra a Covid: dos sucessos às perplexidades

Segue-se, agora, a parte provavelmente mais difícil do processo vacinal: quando e como chegar aos 10 milhões de portugueses e com quantas tomas (face à expectável chegada de vacinas de outros laboratórios)

Opinião

Um ano sob o signo da covid-19

O SNS sofreu um real teste de stress. Os que nele acreditam fizeram figas para que respondesse bem à pandemia. Os que não morrem de amores por ele, aguardavam ansiosamente o seu colapso, e com ele o colapso do Governo

Opinião

A vacina ao fundo do túnel

O nosso plano de vacinação tem, como todos os outros, critérios de prioridade, tendo em conta que o processo de vacinação levará quase um ano até ser universalmente concretizado e, também, que o fornecimento das vacinas será gradual ao longo dos meses. E há algumas prioridades que merecem alguma reflexão

Opinião

Prémios e incentivos para os profissionais de saúde

Premiar o mérito e discriminar os melhores não é, todavia, uma cultura típica da administração pública portuguesa, baseada num modelo de carreiras burocrático, sem estímulos e em que a antiguidade continua a ser um posto

Opinião

A pandemia e a política à portuguesa

O que é mais grave é a total negação dos riscos da pandemia, com que todos os dias, correntes de opinião bem organizadas nos brindam com os mais prodigiosos e fantasiosos argumentos. E ainda a sua comparação com uma simples gripe, relativizando internamentos e mortes

Opinião

Razões que justificam o Estado de Emergência

Durante a primeira vaga de covid-19, a declaração do Estado de Emergência foi decisiva para travar o vírus. Três semanas depois, iniciámos uma descida contínua na ocorrência de novos casos e quatro semanas depois o mesmo ocorreu no número de doentes hospitalizados e no número de óbitos diários. Manuel Delgado explica a importância deste novo Estado de Emergência, que começa esta segunda-feira

Opinião

Mais COVID...

O confinamento das populações, seja de natureza local, regional ou nacional, deve ser urgentemente equacionado com determinação. Se isso não for feito, os números continuarão a subir, os óbitos aumentarão necessariamente, os hospitais entrarão em rutura e os doentes não COVID ficarão irremediavelmente para trás

Opinião

O papel do setor privado em tempos de pandemia

Entre a proposta precipitada e pouco racional dos que apelam já à intervenção do privado e a diabolização deste setor, há um grande espaço de cooperação, serena, eficiente e transparente entre o Estado e os privados

Opinião

As diferenças entre a 1ª e 2ª vagas

Há estimativas que apontam já para cerca de 6 mil casos diários até ao final do ano e um pico apenas em 2021. São previsões assustadoras que assentam num pressuposto essencial: não haverá novo confinamento e as medidas de prevenção serão similares às atuais. Este pressuposto pode, todavia, mudar

Opinião

A segunda vaga e outros temas

Os decisores políticos adotaram neste processo uma posição contraditória nas duas vagas: na primeira, atuando com energia e músculo para a conter; na segunda, com tolerância, persuasão e rejeitando novos confinamentos

Opinião

Plano Outono/Inverno para a Saúde

É um bom plano nas intenções que comporta, no desenho da estrutura de resposta aos problemas, e nos princípios que defende. Não está, todavia, isento de dúvidas interpretativas e, sobretudo, de iniciativas ou propostas controversas e omissões que poderão ainda ser colmatadas

Opinião

As pontas soltas de Reguengos de Monsaraz

Depois de engolir tantos sapos da Ordem dos Médicos, o primeiro-ministro não aguentou tanta indigestão e, finalmente, ripostou. Têm sido vários, desde o XXI Governo Constitucional, os momentos de tensão entre a Ordem dos Médicos e o Estado. Em vez de adotarem uma postura construtiva e colaborante, os atuais corpos sociais da Ordem dos Médicos assumem frequentemente posições de deselegância e oposição perante o poder político

Opinião

As estranhas peripécias do lar de Reguengos

Se não fosse a ajuda prestimosa de um contingente de médicos e de enfermeiros militares, trazidos pela mão da Autoridade Nacional de Proteção Civil e que prestaram um apoio excecional, o balanço final deste caso poderia ter sido bem pior

Opinião

A saúde em tempos de pandemia: estranhezas e perplexidades

Esta vacina parece querer saltar etapas, cientificamente incontornáveis para garantir segurança e eficácia. A surpresa e desconfiança dos centros de investigação parece ter sido generalizada, porque falta volume de casuística que, tendo tomado a vacina e sendo exposta ao vírus, não seja contaminada. A filha de Putin parece ter já tomado o novo produto, sem registo de efeitos secundários. Pois, mas isso não chega e é até irrelevante e grotesco

Opinião

Recuperar a saúde, a economia e o País

A Europa assumiu-se finalmente como União, consciencializando-se do grande desafio que a devastação na saúde e a recessão económica, o desemprego e a pobreza, nos colocam a todos. Por isso estamos confrontados com uma enorme torneira de onde vão jorrar milhões de euros de 2021 a 2029

Opinião

SARS-COV 2: Um pequeno balanço do desconfinamento

Na verdade, levamos já cerca de 11 semanas com políticas de desconfinamento e importa perceber, com o suporte objetivo dos números, o que de facto tem ocorrido no âmbito da pandemia