Opinião

A fraude do nacionalismo cristão

Um dos maiores erros estratégicos da fé americana é emparelhar nacionalismo com cristianismo. Jesus Cristo nunca disse uma palavra que fosse sobre ideais nacionalistas, nem agiu nesse sentido. Muito pelo contrário

José Brissos-Lino
Opinião

O estado dos portugueses

Era bom que todos entendessem que a presente situação pode ser ainda pior do ponto de vista emocional do que uma guerra, pelo menos num aspecto. É que a guerra implica um inimigo a combater, com um rosto, uma intenção e uma identidade, contra quem se podem dirigir as nossas energias, o que não é possível numa pandemia causada por um vírus que não se vê a olho nu e cuja presença não se sente nem percepciona

José Brissos-Lino
Opinião

O pecado cheira a sexo

É mais do que evidente que as religiões – em particular as monoteístas – sempre encontraram enormes dificuldades em lidar com a questão da sexualidade humana, tendo por isso provocado muita exclusão, punição, incompreensão e dor ao longo da História. Não era necessário

José Brissos-Lino
Opinião

Embuste à la carte

Não tarda nada temos a tribo das videntes de novo em antena a adivinhar como vai ser o próximo ano. Um conjunto de nulidades que contam com a generosa facilitação dos programadores do entretenimento televisivo

José Brissos-Lino
Opinião

O Natal é inclusivo ou não é Natal

O facto de não haver lugar para José e Maria comprova que o princípio da exclusão entre seres humanos esteve presente no palco do nascimento de Jesus Cristo, na Belém de há dois mil anos. Não foi apenas a morte que se revestiu de dramatismo. O nascimento também

José Brissos-Lino
Opinião

A alma de Eduardo Lourenço

Nem sempre se consegue escrever um texto de homenagem em cima da hora da partida de figuras que a vida agigantou, até porque outros o fazem por dever de ofício. Por vezes torna-se necessário algum tempo de reflexão, de nojo

José Brissos-Lino
Opinião

52 ed Orbmevon

Assistimos hoje a uma versão açoriana de uma espécie de 25 de Novembro ao contrário (como no título). Se em 1975 a esquerda antidemocrática tentou tomar o poder pela força, agora é a direita antidemocrática a tentar fazê-lo encavalitada num PSD onde Sá Carneiro já teria muita dificuldade em rever-se

José Brissos-Lino
Opinião

Make White House Great Again

A divisa mais adequada para substituir a ilusão trumpista da “Make América Great Again” será “Make White House Great Again”, isto é, por outras palavras, deixemos que a decência volte à Casa Branca

José Brissos-Lino
Deus já não cabe no espaço público?
Opinião

Adeptos de um deus menor

Querer defender a fé, ou o Deus da sua devoção, quando supostamente atacados é ridículo, porque a fé não se defende assim e porque se esse Deus Todo-Poderoso precisa de defensores é porque não será assim tão poderoso

José Brissos-Lino
Opinião

Dormir com o inimigo

A religião americana anda a dormir com o inimigo. Billy Graham avisou em tempos que o casamento entre os fundamentalistas religiosos e a extrema-direita política serviria apenas para esta manipular a religião. Parece que adivinhava…

José Brissos-Lino
Opinião

Autoregulação ou caos

Qualquer indivíduo vindo do Brasil, por exemplo, chega a Portugal e autointitula-se pastor evangélico (quando não bispo ou apóstolo) e abre uma igreja de vão de escada, por vezes sem sequer alguma vez ter sido ordenado ao ministério espiritual por qualquer igreja

José Brissos-Lino
Papa Francisco: assassinato de missionária espanhola foi ato “bárbaro”
Opinião

A carta da fraternidade

A recente encíclica papal já foi considerada como o testamento político de Francisco, por constituir uma síntese do seu pensamento

José Brissos-Lino
Quem são os poderosos tramados pelas denúncias do "pirata" Rui Pinto
Opinião

Crimes, denúncias e outras farfúncias

A sociedade portuguesa está cada vez mais extremada, o que não augura nada de bom. O caso de Rui Pinto – um pirata informático transformado em herói – é exemplar na arte de dividir a opinião pública

José Brissos-Lino
Opinião

Nada como uma teoriazinha da conspiração

Em tempos de crise as teorias da conspiração são invariavelmente férteis. Face a uma pandemia não podiam deixar de aflorar como cogumelos. Venenosos…

José Brissos-Lino
Opinião

As finas flores do entulho

O campo religioso evangélico atravessa talvez a sua pior fase na história do mundo ocidental. Depois da prostituição com o poder político os escândalos sucedem-se. Era de esperar

José Brissos-Lino
As imagens dos piores atentados das duas últimas décadas 37
Opinião

Cristo, Gandhi e Mandela

Do mesmo modo que uma minoria ateia não pode impor à força a toda uma sociedade a sua forma de pensar, também nenhum sector religioso tem o direito de fazer o mesmo. A isto chama-se democracia

José Brissos-Lino
Opinião

Contra todas as teocracias

Por princípio sou contra todas as formas de teocracia, incluindo as cristãs. Esses ideais estribam-se em equívocos teológicos, em erros de interpretação histórica ou, em muitos casos, em inconfessáveis aspirações de poder

José Brissos-Lino
Opinião

Falemos de censura

Informação é poder. Por isso sempre houve tendência para a controlar, manipular ou calar quando se tornava incómoda para quem governava. Mas com o tempo, a censura aprendeu com a estratégia dos vírus a reconfigurar-se de modo a atingir os seus fins

José Brissos-Lino
Opinião

Esta crise das lideranças é dramática

Pode-se dizer que existe hoje uma reconhecida crise de lideranças qualificadas generalizada a todo o mundo e praticamente em todos os sectores de actividade, da política ao desporto e das artes e meios intelectuais ao campo religioso. Ninguém escapa à degradação

José Brissos-Lino
Opinião

O princípio da incerteza

As pessoas andam inquietas, intolerantes e azedas, tanto nas redes sociais como nas relações humanas directas. Uma situação que denuncia um custo da presente pandemia dificilmente orçamentável

José Brissos-Lino
Opinião

Das notícias de Bob Dylan aos heróis

Se a auto-estima do país fosse um pouco melhor, não sentiríamos necessidade de fabricar heróis por tudo e por nada e muito menos de os destruir. Mas também ficaríamos fartos das más notícias que nos enfiam repetidamente pela goela abaixo e apreciaríamos as boas

José Brissos-Lino