Sociedade

Ivo Rosa: Quem é o lobo solitário que decidiu não levar Sócrates a julgamento por corrupção

De estudante “certinho”, que “quase transcrevia os espirros dos professores”, a juiz formalista, que só condena o irrefutável. Ivo Rosa é conhecido pela sua exigência e criticado por ser benevolente para com os arguidos. Esta sexta-feira, fez, mais uma vez, jus à sua fama e decidiu arquivar todas as três acusações de corrupção a José Sócrates, que só vai a julgamento por três crimes de branqueamento de capitais e outros três de falsificação de documentos. Quem é o discreto juiz madeirense que, no entanto, não consegue passar despercebido?

Opinião

Mais contente do que José Sócrates, só André Ventura

Fosse qual fosse a decisão, o Regime sairia muito mal de todo este processo. A Operação Marquês não deixa ninguém ileso: nem a Justiça, nem a investigação, nem o Ministério Público, nem os políticos, nem os legisladores, nem Sócrates, nem Ivo Rosa

Política

Ivo Rosa pede à PGR que aja: há suspeita de crime na entrega a Carlos Alexandre do Caso Sócrates

Ivo Rosa pediu à Procuradoria-Geral da República que abra um inquérito à forma como o processo de José Sócrates foi parar às mãos de Carlos Alexandre. Segundo o juiz, a distribuição do caso, em 2014, não terá sida feita de acordo com as regras

Em sincronização

O dia em que os portugueses se sentiram gozados pela Justiça

Foi o Estado de Direito a funcionar, mas foram também 231 minutos de sova pública na Justiça. E agora, os cidadãos não sabem no que acreditar: será que o sistema falhou muito e perseguiu injustamente cidadãos impolutos durante anos, ou está a falhar agora, deixando impunes poderosos que corromperam e foram corrompidos?

Política

Sócrates "mercadejou" cargo de primeiro-ministro por 1,7 milhões de euros do amigo Santos Silva. Mas crimes prescreveram

As transferências de 1,7 milhões de euros, em pequenas tranches e em dinheiro vivo da conta de Carlos Santos Silva para Sócrates, foram dadas como provadas por Ivo Rosa. Mas aquela que é uma das raízes da Operação Marquês - a origem da qualidade de vida do ex-primeiro-ministro e que poderia configurar crimes de corrupção - foi considerada prescrita

Em atualização
Política

"Total falta de prova", diz Ivo Rosa. Crimes contra Sócrates caem uns atrás dos outros. Corrupção passiva não provada

Ivo Rosa deixou cair, esta sexta-feira, vários crimes contra José Sócrates, entre os quais os três de corrupção passiva. O magistrado judicial considerou que não há sinais de crime de corrupção relacionado com o grupo Lena, PT, BES ou Venezuela, imputados ao antigo primeiro-ministro. Pelo meio, Ivo Rosa tem feito críticas ao trabalho do Ministério Público

Política

Ex-mulher de Sócrates e motorista no grupo de quem escapa de ir a julgamento. Mas há mais arguidos com motivos para sorrir

O juiz Ivo Rosa decidiu não pronunciar cinco dos acusados da Operação Marques. Não irão ser julgados Sofia Fava, ex-mulher de José Sócrates, e o antigo motorista do ex-primeiro-ministro, entre outros. Sócrates e o amigo escapam à acusação de crimes de falsificação

Política

Sócrates: “Todos os cobardes que me insultam nos jornais não me intimidam”

José Sócrates defendeu o juiz que tem o seu futuro nas mãos, à entrada do tribunal onde vai ouvir se vai a julgamento no âmbito da Operação Marquês. Para o ex-primeiro-ministro, Ivo Rosa tem sido alvo de ataques de todos os lados, inclusive do presidente do Supremo Tribunal, para o tentar "condicionar". Já quanto a si deixa um aviso: "não me intimidam"

Política

De Carlos Alexandre para Ivo Rosa. Quem são os juízes do 'Ticão' e a mudança de juiz que fez suspirar de alívio Sócrates

Se o primeiro é conhecido por quase transcrever as acusações do Ministério Público, o segundo tem fama de só condenar o irrefutável. Na fase de instrução da Operação Marquês, o sorteio eletrónico transferiu o poder para as mãos de Ivo Rosa e é este magistrado judicial quem vai decidir o futuro do processo que envolve José Sócrates, esta sexta-feira

galeria WPP DT 10
Política

Sócrates será julgado? Acusado de quê? E estará sozinho? O que esperar de sexta-feira, o dia das respostas

A expetativa em torno da leitura da instrução da Operação Marquês, esta sexta-feira, às 14:30 horas, não podia ser maior. Porém, é preciso lembrar que este dia não é o fim do processo que envolve o antigo primeiro-ministro José Sócrates

Irrevogável

Manuel Soares: “Não é possível acabar com os megaprocessos enquanto houver megacriminalidade”

O presidente da Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) defende que os magistrados “não devem estar na política e depois para voltar para os tribunais”, diz que no caso das vigilâncias a jornalistas terão de ser os juízes “a decidir se as provas são ou não válidas” e garante que os tribunais administrativos e fiscais “só não funcionam porque o poder político não quer.” Critica a inércia do Conselho Superior da Magistratura na discussão de meios para combater casos como o de Rui Rangel e tem uma proposta para voltar a pôr o enriquecimento ilícito na agenda política

Operação Marquês: Arguidos apostam na nulidade da prova obtida na investigação
Política

Operação Marquês: Arguidos apostam na nulidade da prova obtida na investigação

Vários dos 19 arguidos que pediram a abertura da fase de instrução do processo Operação Marquês, incluindo José Sócrates, Carlos Santos Silva e Armando Vara, invocaram nulidades e refutaram os crimes económico-financeiros de que estão acusados

Carlos Alexandre alvo de inquérito por expressar dúvidas quanto ao sorteio que atribuiu processo Marquês a Ivo Rosa
Sociedade

Carlos Alexandre alvo de inquérito por expressar dúvidas quanto ao sorteio que atribuiu processo Marquês a Ivo Rosa

Em entrevista à RTP, o juiz Carlos Alexandre questionou o sistema de sorteio de juízes do Tribunal Central de Instrução Criminal. Por isso, o Conselho Superior da Magistratura abriu um inquérito

As sombras da EDP
Política

Manuel Pinho vai ser ouvido no dia 12 pelo Ministério Público

O ex-ministro da Economia vai ser ouvido no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) dentro de duas semanas, cinco dias antes de se apresentar no Parlamento para falar sobre a sua relação com a EDP e sobre os milhares de euros que recebeu do BES enquanto era ministro

Juiz Ivo Rosa declara "sem efeito" constituição de Manuel Pinho como arguido no processo EDP
Sociedade

Juiz Ivo Rosa declara "sem efeito" constituição de Manuel Pinho como arguido no processo EDP

O juiz de instrução criminal aceitou ter existido uma irregularidade

Relação manda analisar todos os emails de António Mexia no Caso EDP
Política

Relação manda analisar todos os emails de António Mexia no Caso EDP

O Ministério Público apreendeu 38 megabytes de emails quando fez buscas à EDP, mas o juiz de instrução entendeu que era “uma grande quantidade” de correio electrónico e restringiu a análise a uma triagem por sete palavras-chave. O que deu apenas 47 emails. Agora, o Tribunal da Relação de Lisboa diz que o juiz fez uma pesquisa “aleatória e não fundamentada” e ordenou que os emails sejam analisados com maior rigor

Ivo Rosa: Quem é o juiz que tem nas mãos o futuro da Operação Marquês?
Política

Procuradores pedem afastamento do juiz Ivo Rosa

Dois procuradores pediram o afastamento do juiz de instrução de três processos judiciais, um deles o caso EDP, por haver dúvidas sobre a sua imparcialidade. Outros apresentaram queixas disciplinares

Caso EDP. Juiz impede Ministério Público de vasculhar contas bancárias de António Mexia
Política

Juiz Ivo Rosa sentiu-se ofendido e apresentou queixa contra os procuradores do caso EDP

Os magistrados que conduzem o processo que investiga suspeitas de corrupção nas rendas da EDP recorreram para a Relação de Lisboa, argumentando que o juiz Ivo Rosa boicotava a investigação e favorecia “injustificadamente” os arguidos. O juiz entendeu que o tom ofendia a sua honra e apresentou queixa contra os procuradores

Caso EDP. Juiz impede Ministério Público de vasculhar contas bancárias de António Mexia
Política

Caso EDP. Juiz impede Ministério Público de vasculhar contas bancárias de António Mexia

O Ministério Público decidiu levantar o sigilo bancário e fiscal de António Mexia e Manso Neto no processo que investiga suspeitas de corrupção na EDP. Mas o juiz de instrução Ivo Rosa - que antes já tinha impedido buscas ao ex-ministro Manuel Pinho – voltou a arrasar a investigação e decidiu que esses dados devem ser selados e não usados no processo

As sombras da EDP
Economia

As sombras da EDP

Um gestor de topo, uma grande empresa outrora estatal e uma conta para os clientes da eletricidade pagarem. Está em marcha uma operação judicial que pode ter muito a revelar sobre as ligações entre o poder político e o económico. Manuel Pinho, a peça que faltava, foi esta segunda-feira ouvido e constituído arguido

Carlos Alexandre pode ficar fora da instrução da Operação Marquês
Política

Carlos Alexandre pode ficar fora da instrução da Operação Marquês

Se for requerida a abertura de instrução, o processo Sócrates vai a sorteio. Desde o mês passado que, no Ticão, o superjuiz tem a concorrência de outro magistrado, Ivo Rosa