Sociedade

Guerra colonial/Angola: Navios de "pesca" russos desembarcavam homens para alegada assistência médica

O Comandante Naval de Angola emitiu em 1961 relatórios secretos dirigidos ao Estado-Maior da Armada em que manifestava suspeitas de navios de pesca russos e o desembarque de tripulantes

Política

Guerra colonial: Guiné foi incontestavelmente o cenário mais difícil - Almirante

A Guiné foi "incontestavelmente" o cenário mais difícil na guerra colonial, disse à agência Lusa o almirante Leiria Pinto, que em 1966/67 comandou um destacamento com 80 homens

Se7e
Livros e discos

"Sinais de Vida – Cartas da Guerra 1961-1974", de Joana Pontes: Uma ausência tão longa

Uma revisitação íntima da guerra colonial feita através da correspondência entre quem ia para África e quem ficava na metrópole

Sílvia Souto Cunha
Ascensão e queda de Salazar
História

Ascensão e queda de Salazar

A edição n.º 48 da VISÃO História recua 50 anos no tempo para recordar a altura erm que o homem que governava Portugal há décadas deixou o poder, depois de ter caído de uma cadeira. Um número que conta com a colaboração de uma série de investigadores

"Furriel não é Nome de Pai", o livro de Catarina Gomes sobre os filhos do Império Se7e
Livros e discos

"Furriel não é Nome de Pai", o livro de Catarina Gomes sobre os filhos do Império

Quebrou-se o silêncio em torno dos filhos que os militares portugueses deixaram em África. Eis o livro da jornalista Catarina Gomes: "Furriel não é Nome de Pai"

Vânia Maia
A RTP2 mostra-nos como Portugal viveu as guerras Se7e
TV

A RTP2 mostra-nos como Portugal viveu as guerras

Na RTP2, uma rubrica no Jornal 2, Postal da Grande Guerra, leva-nos até ao primeiro conflito mundial, enquanto, em História a História África, o olhar do historiador Fernando Rosas nos ajuda a compreender a natureza do antigo Império Português

Sónia Calheiros
As recordações africanas de António Lobo Antunes – para ler na VISÃO, durante o mês de agosto
Opinião

As recordações africanas de António Lobo Antunes – para ler na VISÃO, durante o mês de agosto

As próximas quatro crónicas de Lobo Antunes, um dos nossos principais colaboradores, formam uma série inédita sobre a experiência do escritor na Guerra Colonial. Serão publicadas durante o mês de agosto – como sempre, na VISÃO

Sara Belo Luís
'Vidago Palace': Era uma vez, no verão de 1936 Se7e
TV

'Vidago Palace': Era uma vez, no verão de 1936

A nova série de época da RTP1 vive de um amor impossível e da luta de classes, numa Europa a fervilhar e num Portugal amordaçado. Vidago Palace estreia-se esta quinta-feira, 30

Sónia Calheiros
Vencedores improváveis: Histórias de quem fintou o destino
VISÃO Solidária

Vencedores improváveis: Histórias de quem fintou o destino

Nasceram naquele que é hoje o 9º país mais desigual da União Europeia e não tiveram a sorte de contar com o berço de ouro a abrir-lhes o caminho. Estes portugueses sentiram na pele as dificuldades de crescer, por exemplo, em bairros sociais violentos ou no interior mais desfavorecido - locais onde "sucesso" era uma palavra distante. Histórias de quem foi obrigado a superar obstáculos - e a si próprio - para vencer na vida

Vânia Maia
'Cartas da Guerra': Escritas do fundo do mundo Se7e
Ver

'Cartas da Guerra': Escritas do fundo do mundo

A adaptação ao cinema da correspondência de António Lobo Antunes é uma intensa e temerária reflexão poética sobre a condição humana num conflito sem sentido

Manuel Halpern
Lisboa Angola, 1964-1975-2012 Se7e
Ver

Lisboa Angola, 1964-1975-2012

Em Mais Um Dia, Joaquim Horta cruza a sua estada recente em Angola, a do pai durante a Guerra Colonial e a de Kapuściński logo depois da saída dos portugueses. Para ver no Negócio, em Lisboa, a partir desta quarta-feira, 9

Gabriela Lourenço
Perfil de Salgueiro Maia: Herói a contragosto
Política

Perfil de Salgueiro Maia: Herói a contragosto

Capitão de Cavalaria, Salgueiro Maia dispensou as botas de cano alto, a boina preta, os óculos Ray-Ban. Para a Operação Fim-Regime, vestiu uma farda de trabalho igual à dos homens que comandava. Quis dizer-lhes, acredita quem esteve com ele no golpe, que todos arriscavam igualmente a vida por uma causa, o derrube da ditadura, e não por um qualquer feito heroico

J. Plácido Júnior
Jornal de Letras
As Sequências Rebeldes

FASCISMOS

O anúncio dos galardoados com os primeiros Prémios Profissionais de banda desenhada (PPBD), organizados por um grupo de editores/divulgadores, e votados por um conjunto de 23 jurados, é um bom pretexto para revisitar o grande vencedor, O Baile, um argumento de Nuno Duarte ilustrado por Joana Afonso (Kingpin Books). 

Jornal de Letras
As Sequências Rebeldes

Composição: Obras do 23º AmadoraBD, Parte II

Repete-se: nem todas as obras foram apresentadas no AmadoraBD, mas estiveram em destaque no evento. E algumas merecem um tratamento mais individualizado, por diferentes motivos. Desde logo registe-se a qualidade média notável das propostas. Conclusão da entrada anterior.

Armando, o homem do dumper
Iniciativas

Armando, o homem do dumper

Na Guiné comeu crocodilo, em Barão de São João entrou num filme