Um saco cheio para abrir: O espólio pessoal de Eça de Queirós numa exposição inédita, em Lisboa Se7e
VISÃO sete

Um saco cheio para abrir: O espólio pessoal de Eça de Queirós numa exposição inédita, em Lisboa

A Fundação Calouste Gulbenkian celebra os 130 anos do “monumento nacional” literário com a exposição Tudo o que Tenho no Saco, Eça e os Maias, que inclui peças nunca antes saídas da Casa de Tormes. Para ver até fevereiro, em Lisboa

Restaurante de Tormes, em Baião: Eça, agora Se7e
VISÃO sete

Restaurante de Tormes, em Baião: Eça, agora

Ementa baseada nas múltiplas referências gastronómicas que Eça de Queirós espalhou pelas suas obras. A opinião do crítico gastronómico da VISÃO Se7e, Manuel Gonçalves da Silva, sobre o Restaurante de Tormes, em Baião

Baião 16
Sociedade

Baião: Paraíso perdido a 45 minutos do Porto

Um concelho que não fez caso da geografia do avesso e foi à luta com paisagens imaculadas, literatura, gastronomia, património, tradições ancestrais e a aristocracia humilde das suas gentes. Rejeita a “Disneyficação” e os turistas continuam a chegar. O futuro é aqui