Quem vai à guerra... e quem por cá fica
Cultura

Quem vai à guerra... e quem por cá fica

Marta Pessoa, a autora de Lisboa Domiciliária, faz agora um trabalho de fundo sobre o papel das mulheres durante a Guerra Colonial, que ironicamente se chama Quem vai à Guerra, como que deixando claro que ao lado da guerra que quem combate no campo, há uma outra tendencialmente silenciosas, mas também sofrida.

O BARÃO: BRUMAS DA MEMÓRIA
Cultura

O BARÃO: BRUMAS DA MEMÓRIA

É o filme mais "sóbrio e natural", se as palavras se unissem, desta secção, que, aliás, também integra o Observatório, onde costumam ficar alojados outros objetos não identificados à primeira vista. O lado fantasmático começa logo antes de começar, no genérico desta história com guião de Luísa Costa Gomes, inspirada na novela homónima de Branquinho da Fonseca, quando o próprio autor, que se define como "cineasta precário à rasca" (esta é a sua terceira longa, em 20 anos, mas a primeira com apoio) fala de "remake neurogótico de um filme fantasma, realizado durante a 2.ª Guerra, proibido pelo ditador por retratar um tiranete, um vampiro marialva (Nuno Melo) que aterrorizava os habitantes de uma região montanhosa".

AMÉRICA: FAROESTE ATLÂNTICO
Cultura

AMÉRICA: FAROESTE ATLÂNTICO

Um dos filmes mais fortes, apresnetados na Competição Nacional do INDIELISBOA

48: PERFILADOS DE MEDO...
Cultura

48: PERFILADOS DE MEDO...

... e de humilhação e coragem. Em 48, Susana Sousa Dias devolve voz àquilo que por natureza é mudo. Por detrás das fotos de cadastro da PIDE pressentem-se gritos de tortura

Mistérios de Lisboa: BASTARDOS INGLÓRIOS
Cultura

Mistérios de Lisboa: BASTARDOS INGLÓRIOS

 O maior mistério de Os Mistérios de Lisboa é perceber o fascínio que exerceu sobre o chileno Raoul Ruiz esta novela excêntrica camiliana, cheia de fidalgas ultrajadas, pondonores, bastardos, piratas, freiras e duelos

Entrevista com João Botelho:"O cinema é uma arte com pecado"
Cultura

Entrevista com João Botelho:"O cinema é uma arte com pecado"

Começou, há 30 anos, com um encontro entre Mário de Sá-Carneiro e Fernando Pessoa, passou por Dickens, Diderot, Agustina (introduzir aqui Carolina Salgado é quase sacrílego). Agora, João Botelho regressa à língua que é a sua pátria com Filme do Desassossego

Marginais: Aqui não há segunda sessão
Cultura

Marginais: Aqui não há segunda sessão

Atenção, este filme tem cenas explícitas de tédio no intervalo da emoção

Cultura

ENCONTRO IMEDIÁTICO com Diana Gonçalves

O primeiro documentário de uma realizadora que procura fazer filmes "com verdade"

Duas Mulheres: Aconteceu em Lisboa
Cultura

Duas Mulheres: Aconteceu em Lisboa

No novo filme de João Mário Grilo há duas mulheres que se encontram numa cama, enquanto lá fora todo o mundo das altas finanças, das benzeduras ante o leito nupcial e os corta-relvas continuam

Cultura

Sangue, suor e fado

Amália, um boxeur reformado e Humberto Delgado - as produções passadas, presentes e futuras de Bruno de Almeida

Cultura

Morrer, dormir...dormir, sonhar talvez

Cultura

Entre muros

Cultura

De Luanda para o mundo

Cultura

As sete vidas de Alain Oulman

Cultura

Entre murros

Cultura

Viver como uma mulher

Cultura

De volta à Arena

Arena , de João Salaviza, a curta portuguesa que ganhou a Palma de Ouro em Cannes, chega agora às salas, na primeira parte de Woodstock, de Ang Lee. Fomos à Quinta da Flamenga, bairro social onde o filme decorre, e assistiu ao público que assistia a uma ante-estreia muito especial. Saiba a história deste film

Cultura

Glóbulos negros

Fora de jogo
Cultura

Fora de jogo

Cultura

Cadê a esperança

Em A Esperança Está Onde Menos se Espera (estreia-se dia 17), o realizador filma a história de um "mister" tão honesto, tão honesto que não há lugar para ele no mundo do futebol e passa a servir às mesas. E de uma família de novos-ricos brancos que ficam pobres - a mãe tem de emigrar para Luanda e o filho de abandonar o colégio particular e ingressar no (ó desgraça, ó martírio) ensino oficial e multi-étnico. E de outra família de cabo-verdianos pobres... que continuam "pobretes". Mas "alegretes".

Cultura

Chineses somos nós

Está presente em dose dupla. Ivo Ferreira apresenta uma ficção,  Águas Mil, na competição de longas e um documentário na competição de curtas.