Mundo

Diretor da Rádio Nacional são-tomense levado ao Ministério Público por suspeita de assédio sexual

A denunciante do caso de alegado assédio sexual na Rádio Nacional de São Tomé e Príncipe apresentou hoje queixa-crime contra o diretor da instituição, que está suspenso, por suspeita de abuso sexual de funcionárias e estagiárias do órgão estatal