Elefante na Sala
Exclusivo

O peso da gravidade na gravidez. Crónica de Joana Marques

Lá porque estão em estado de graça, não significa que o Estado lhes dê, de graça, acesso a cuidados de saúde. Que é lá isso de querer saber se é estranho que o bebé não se mexa há muito tempo?

Nem Tudo É Ficção
Exclusivo

O olhar dos outros

Quando a guerra terminou,  descobriu que ainda a trazia dentro dele - à guerra! -, como um tumor maligno. Ouvir Bob Marley acalmava-o

Elefante na Sala
Exclusivo

Polpa e circunstância. Crónica de Joana Marques

Quando quisermos entrar no Louvre, teremos de ficar em pelota para mostrar que não transportamos connosco nenhuma arma perigosa, estilo polvo à lagareiro, para alvejar a Mona Lisa

Autobiografia Não Autorizada
Exclusivo

Correspondência #2:  cuidar, cuidou, cuidado

Ultimamente há uma imagem que não me larga, a imagem de uma batalha, da linha da frente de uma batalha. E eu estou lá. Quando temos de cuidar dos nossos pais, já estamos, também nós, a morrer

Elefante na Sala
Exclusivo

Manuel Linda faz gato-sapato. Crónica de Joana Marques

O bispo devia focar-se menos em quem dorme com pastores-alemães, e mais em com quem dormem os pastores das paróquias

Nem Tudo É Ficção
Exclusivo

Café Abismo

Comprara o estabelecimento, dez anos antes, a um velho colono português, o qual, por sua vez, o herdara do pai

Diário de uma Avó e de um Neto

Isabel II, a avó dos britânicos

A escritora Alice Vieira escreve, com Nelson Mateus, um diário sobre as suas recordações e sobre as memórias entre as diferentes gerações. O Diário de uma Avó e de um Neto, um projeto do site Retratos Contados

Autobiografia Não Autorizada
Exclusivo

Seis, eles eram seis

Com o indicador sobre os lábios, ele impôs silêncio e empurrou-a para dentro. Acendeu o isqueiro, queimou as teias de aranha e fechou a porta atrás de si

Autobiografia Não Autorizada

Esperar. A crónica de Dulce Maria Cardoso sobre Annie Ernaux, Prémio Nobel da Literatura 2022

Passava a noite acordada, à espera do aviso sonoro do chat do Yahoo. Ainda hoje me arrepio se o ouço. Insone, tomada de uma febre juvenil, punha corretor de olheiras, testava que roupa ficava melhor na câmara, tinha atenção à iluminação e ao cenário como se fosse entrar num filme

Elefante na Sala
Exclusivo

Novo aeroporto: um caso de estudo. Crónica de Joana Marques

Desde a personagem de Vasco Santana na Canção de Lisboa que não se via ninguém engonhar nos estudos durante tanto tempo...

Mapeador de Ilhas
Exclusivo

A estátua em segunda mão

Samora finge ignorar a solidão que o afasta da realidade. Talvez por isso, para fugir à sua condição, esteja de fato de treino

Elefante na Sala
Exclusivo

Santa casa sem misericórdia. Crónica de Joana Marques

É curioso: ninguém fica surpreendido com os horrores que se passam em muitos lares de terceira idade, a não ser os directores desses mesmos lares de terceira idade

Diário de uma Avó e de um Neto

Retratos Contados de Eunice Muñoz

A escritora Alice Vieira escreve, com Nelson Mateus, um diário sobre as suas recordações e sobre as memórias entre as diferentes gerações. O Diário de uma Avó e de um Neto, um projeto do site Retratos Contados

Nem Tudo É Ficção
Exclusivo

Uma desculpa para sonhar

“Suspeito de que haja mais coisas no céu e na Terra do que sonha qualquer filosofia. Esta é a razão por que não defendo nenhuma filosofia e também a minha desculpa para sonhar”

A Liberdade Religiosa e a liberdade do religioso - a dádiva
Vestígios de Azul

A minha ética religiosa é melhor do que a tua!

Desde a segunda metade do séc. XX que as igrejas evangélicas do Brasil têm vindo a cair em enormíssimos erros estratégicos, os quais provocaram os efeitos nefastos que estão à vista. Nos dois textos anteriores citámos o fascínio da política e a mentalidade de rebanho. Falamos hoje da ética universalmente imposta

Café Central

Ninguém quer trabalhar

De nada nos servirá a velha cantiga do “vai trabalhar, malandro!”, de que o povo não quer trabalhar porque é preguiçoso, porque recebe subsídios ou porque não passa recibos. Está na altura de olharmos para o ponto crucial da questão: que empregos são estes?

Autobiografia Não Autorizada
Exclusivo

Férias, esse tempo adiário

Pego num dos livros que trouxe. Ando sempre com livros a mais, livros que, desarrumados em pilhas sobre a mesa, me culpam por não conseguir lê-los

Mapeador de Ilhas
Exclusivo

Os números mortos

Era a moça mais linda, no tempo do liceu. Exibia essa beleza que só existe para ser eterna

Mapeador de Ilhas
Exclusivo

A cicatriz

O meu pai teve um destino engrandecido: foi dono de uma funerária. A empresa chamava-se “Eterna Esperança”. O pai recebia os clientes como se estivesse numa agência de viagens

Elefante na Sala
Exclusivo

Terrorismo arco-íris. Crónica de Joana Marques

Fico com uma certa urticária só de imaginar os meus filhos a aprender a frase “elu tem uma coleção de carrxs lindes e vamos todes lá a casa ver”

Autobiografia Não Autorizada
Exclusivo

Foto #6: A menina do papá

O meu querido pai morreu há mais de 20 anos. Os anos de morte não se deviam contar da mesma maneira que os anos de vida