Se7e
Ver

O melhor do cinema português em 2020 mostra-se em Coimbra

Caminhos do Cinema Português é uma oportunidade para ver ou rever o que de melhor se fez a nível nacional, no último ano. O festival decorre até 5 de dezembro, em várias salas de Coimbra

Manuel Halpern
Jornal de Letras
Cinema

Nheengatu para principiantes

José Barahona faz uma jornada pela Amazónia em busca da língua nheengatu, mas acaba por encontrar vários povos indígenas, em luta pela sua identidade e em defesa de uma floresta essencial para eles e para o mundo. Nheengatu – A Língua da Amazónia, abre o DocLisboa, dia 22, às 21 e 30, na Culturgest. É o regresso ao festival de um realizador que tem dividido a sua carreira entre o Portugal e o Brasil, e entre o documentário e a ficção, como obras como Estive em Lisboa e Lembrei de Você (2016), O Manuscrito Perdido (2010), Pastoral (2004) ou Sophia de Mello Breyner Anderson (2001)

Manuel Halpern
Jornal de Letras
Cinema

Conselhos da Noite: O que se passa em Braga

Uma viagem à Braga contemporânea num filme de José Oliveira

Manuel Halpern
Jornal de Letras
Artes Visuais

O filme do fim de um mundo

Ganhou o prémio para o melhor filme português no IndieLisboa e chega às salas dia 17. Filmado na Reboleira, O Fim do Mundo confirma Basil da Cunha como um caso sério do cinema português. Leia aqui a entrevista

Manuel Halpern
Se7e
TV

Almirante Reis: Esta avenida deu um filme

Renata Sancho assina o documentário "Avenida Almirante Reis em Três Andamentos", em que fala de três épocas de uma mesma artéria. Das movimentações republicanas de 1910 até aos nossos dias. Para ver na RTP2

Manuel Halpern
Jornal de Letras
Cinema

As escolhas de José Vieira Mendes

Ao longo do 40.º ano do JL, promovemos um inquérito para apurar os livros, filmes e álbuns que mais marcaram as últimas quatro décadas. Conheça aqui as escolhas de José Vieira Mendes

Se7e
Ver

"Alva": Um filme para um homem só

Retrato de um Portugal profundo, através de uma história de crime 
e isolamento, na primeira longa-metragem de Ico Costa. O filme "Alva" já se estreou nas salas de cinema

Manuel Halpern
Uma exposição para recordar os cartazes do cinema português Se7e
Ver

Uma exposição para recordar os cartazes do cinema português

A 1.ª Exposição de Cartazes do Cinema Português inaugura esta quinta-feira, 20, em Lisboa. O cinema mudo e a obra de Manoel de Oliveira e de José Fonseca e Costa são alguns dos destaques desta mostra que se distribui pela Sociedade Nacional de Belas Artes, Cinemateca Portuguesa, Hotel Tivoli e Avenida da Liberdade

Manoel de Oliveira: Arte, cinema e utopia Jornal de Letras
Cinema

Manoel de Oliveira: Arte, cinema e utopia

Já lá vão quase 15 anos. Foi por alturas da estreia de Palavra e Utopia que Manoel de Oliveira acedeu a dar-me uma entrevista sobre o filme (entretanto, publicada na Visão), a qual acabaria por se transformar numa conversa bem mais ampla sobre o cinema, a arte e a vida.

Jorge Pelicano, o elogio da loucura Jornal de Letras
Cinema

Jorge Pelicano, o elogio da loucura

Para-me de Repente o Pensamento, de Jorge Pelicano, foi o grande vencedor do festival "Caminhos do Cinema Português", cuja XX edição decorreu, de 14 a 22 de novembro, em Coimbra, ao acumular o Grande Prémio com o Prémio do Público. 

Manuel Halpern
Jornal de Letras
Conversa de Elevador

Que Força é Eça?

E é então que a família mais famosa (e mais disfuncional) do país continua, 126 anos depois, a fazer correr tinta... e película. Os Maias, numa adaptação muito respeitosa de João Botelho, convence-nos de que nem os clássicos se ultrapassam. Nem este "chiqueiro" que é Portugal. E que entre o século XIX e o XXI basta mudar a posição do I...

Ana Margarida de Carvalho
O novo Cinema Ideal Jornal de Letras
Cinema

O novo Cinema Ideal

O JL foi conhecer o novo Cinema Ideal, que reabre já esta quinta-feira, 28 de agosto.

Jornal de Letras
As Sequências Rebeldes

1001 COISAS

Onde é que um objeto acaba e outro começa? Por vezes não fazemos ideia, e ainda bem.  O próximo filme de Miguel Gomes ("Tabu", "Aquele querido mês de Agosto") chamar-se-á "As 1001 noites", e cruzará várias histórias de um país que todos amamos. Ou, como consta do site (http://www.as1001noites.com/):  "No filme, as histórias que Xerazade conta passar-se-ão em Portugal. Não num Portugal contemporâneo aos contos do livro, mas no Portugal de hoje, em crise económica e ebulição social. O Portugal de 2013 e 2014, habitado por ricos e pobres, poderosos e insignificantes, trabalhadores e desempregados, ladrões e homens honestos. Marcado pelas consequências da crise, também um Portugal delirante e de excessos."  Para já vão estando por lá histórias que são reportagens-retrato dos tempos que vivemos. Onde um professor de educação física vive numa autocaravana para poder ir às (demasiadas) escolas onde leciona, soldados da GNR fazem biscates para compor os cortes no ordenado, pessoas vivem e morrem em circunstâncias estranhas, e independentistas insulares se movimentam. Entre muitas, muitas outras coisas. Umas histórias parecem lineares, outras nem tanto.   Mas todas contam com o talento de um grande ilustrador, Tiago Manuel.  Uma ideia brilhante, a seguir com atenção.

"O Penitente": novo filme de Manoel de Oliveira
Cultura

"O Penitente": novo filme de Manoel de Oliveira

Manoel de Oliveira: novo filme para muito breve

Cinemas Lusófonos
Cultura

Cinemas Lusófonos

Setenta e três filmes oriundos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e Portugal compõem a 5ª edição Festin, Festival de Cinema Itenerante de Língua Portuguesa, que decorre no Cinema São Jorge, de 2 a 19 de Abril. Uma homenagem ao 25 de Abril e ao fim da Ditadura Militar brasileira, uma retrospectiva de Cabo Verde, um programa dedicado a França, sessões para os mais jovens e secções competitivas são os grandes destaques desta edição. O JL falou com Léa Teixeira, a directora do festival.

Manuel Halpern
Jornal de Letras
As Sequências Rebeldes

PIZZAS

No último Fórum Fantástico teve lugar mais um episódio do Eterno Debate: Arte versus Comércio. E que possibilidades para um sucesso real do segundo em Portugal. Isto dando de barato que "Arte" não tem de dar lucro... (texto publicado no JL-Papel)

A Gaiola Dourada com a VISÃO
Iniciativas

A Gaiola Dourada com a VISÃO

Não perca esta oportunidade única de adquirir um dos filmes mais vistos do ano e um optimo presente para este Natal

Até Amanhã, Camaradas, CALMA, CUIDADO E PONTUALIDADE
Cultura

Até Amanhã, Camaradas, CALMA, CUIDADO E PONTUALIDADE

Factualmente é o maior filme que Joaquim Leitão já fez, mas provavelmente também será o melhor.

Manuel Halpern
BASIL DA CUNHA Novas luzes para o cinema português
Cultura

BASIL DA CUNHA Novas luzes para o cinema português

O conhecimento de causa (saber o que está a filmar) afasta radicalmente Basil das Zonas J e empreitadas semelhantes. Há uma sensação de verdade transversal ao filme, para a qual contribui certamente o trabalho com os atores e a liberdade na criação o guião. É por isso que o aparente realismo curiosamente coexiste com um plano fantástico, mágico, de feitiçarias e superstições, que faz parte da cultura africana daquele pedaço de África em Portugal.

Manuel Halpern
Três curtas portuguesas: A fúria das imagens
Cultura

Três curtas portuguesas: A fúria das imagens

Três Curtas-Metragens mostram a produção recente da O Som e a Fúria. E antes de mais, Sandro Aguilar, claro está...

Manuel Halpern
É o Amor A VIDA É BELA
Cultura

João Canijo e Anabela Moreira: Mulheres que sabem a mar

Uma perspetiva feminina do bairro piscatório de Caxinas, através de um jogo de olhares de João Canijo e Anabela Moreira. É o Amor (Obrigação) estreia dia 25 de abril (passa no Indie dias 19 e 20). Um documentário construído ou uma ficção ultrarrealista. Apenas o cinema é a sua 'obrigação'

Manuel Halpern