Bica do Sapato 1 Se7e
Comer e beber

Bom chefe à casa torna: Henrique Mouro está de regresso à Bica do Sapato

Henrique Mouro regressa ao restaurante de Santa Apolónia, onde esteve há 18 anos. Ali, o leitão, o pregado e a sericaia fazem-nos viajar por diferentes regiões portuguesas

Restaurante Kanazawa: Uma herança (bem) merecida Se7e
Comer e beber

Restaurante Kanazawa: Uma herança (bem) merecida

Com a saída de Tomoaki, o chefe Paulo Morais assume a liderança do restaurante japonês de Algés, o Kanazawa. Mantendo a filosofia de cozinha deixada pelo criador, acrescenta-lhe a sua marca. Fomos provar e aprovar

O Gosto dos Outros... Mariama Barbosa Se7e
Sair

O Gosto dos Outros... Mariama Barbosa

Trabalha no mundo da moda há mais de 20 anos e acredita que “só é feio quem quer”, máxima que dá título ao seu primeiro livro. De sorriso fácil, a relações públicas e apresentadora de televisão Mariama Barbosa conta por onde gosta de andar

Sem espinhas, com um bom bacalhau e acabadinhas de fritar. Assim devem ser as (lisboetas) pataniscas Se7e
Comer e beber

Sem espinhas, com um bom bacalhau e acabadinhas de fritar. Assim devem ser as (lisboetas) pataniscas

Há pataniscas e pataniscas. E depois há as finalistas do concurso – inserido na programação do festival Peixe em Lisboa, que esta quinta, 30, tem início no Pavilhão Carlos Lopes – que tem como missão premiar as melhores. Uma tarefa que estará a cargo de um júri presidido por Maria de Lourdes Modesto. Quem sairá vencedor esta segunda-feira, 3? Aceitam-se apostas

VIP, viver 'in' Portugal
Sociedade

VIP, viver 'in' Portugal

O designer de sapatos mais famoso do mundo, Christian Louboutin, não abre mão das suas temporadas em Portugal, o ex-futebolista Eric Cantona anunciou ao mundo que é a viver em Lisboa que se sente bem, os atores Harrison Ford e Calista Flockhart estiveram cá na sua segunda lua de mel… Portugal está na moda e os estrangeiros não se cansam de nos elogiar. Mais do que passar férias, já há quem troque Londres ou Paris por Lisboa ou Porto. Serão as notícias sobre o poder de atração de Portugal manifestamente exageradas? Afinal, o que temos para oferecer a quem tem liberdade para escolher qualquer sítio no planisfério para comprar a próxima casa?