As falhas dos governadores Constâncio e Costa
Política

Audições da CPI ao Novo Banco arrancam em março e o autor do relatório secreto sobre o Banco de Portugal deverá ser o primeiro a ser ouvido

Já está fechada a lista das primeiras pessoas que vão ser ouvidas na Comissão Parlamentar de Inquérito às perdas registadas pelo Novo Banco e imputadas ao Fundo de Resolução. Carlos Costa e Vítor Constâncio serão chamados já na primeira fase a explicar a resolução do BES e o balanço inicial do Novo Banco

Como Zeinal Bava afundou a PT em benefício do BES
Sociedade

Relação decide que Bava e Granadeiro vão mesmo ter de pagar coimas de milhares de euros

Tribunal manteve as condenações de Zeinal Bava, Henrique Granadeiro, Pacheco de Melo e Morais Pires num processo da CMVM. Juntos, terão de pagar mais de 1,2 milhões de euros. Juízes arrasam falta de arrependimento de Bava e criticam Granadeiro por ter invocado rendimentos baixos quando declarou 84,4 mil euros em 2019, possui três casas e recebeu "rendimentos milionários durante 30 anos": "Não é indigência nem nível médio"

Atualidade

Tribunal decide que relatório secreto do Banco de Portugal vai... continuar secreto

Há anos que governantes, deputados e arguidos do caso BES andam atrás de um relatório sobre a atuação do banco central na resolução do Banco Espírito Santo. O Tribunal da Relação de Lisboa decidiu que o documento deve continuar em sigilo

Atualidade

MP investiga suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro na venda de património do Grupo Espírito Santo

Caetano e Carlos Beirão da Veiga, herdeiros de um dos cinco ramos da família Espírito Santo, são os principais suspeitos de crimes como participação económica em negócio, corrupção no setor privado e branqueamento de capitais, num processo que está a correr no DIAP de Lisboa. Foram alvo de buscas e apanhados em dezenas de escutas

As falhas dos governadores Constâncio e Costa Exame
Exame

Caso BES: Carlos Costa volta a atirar culpas à KPMG em tribunal

O antigo governador do Banco de Portugal não conseguiu, no entanto, justificar a ausência de registo da reunião de 6 de junho de 2014, onde a KPMG informou o regulador do valor das imparidades

Os conselhos do Banco de Portugal sobre o crédito à habitação Exame
Exame

Caso BES: Reunião em que KPMG informou BdP sobre valor das imparidades “desapareceu do sistema de gestão documental”

Informação foi revelada esta tarde no Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão (TCRS) por Fernando Antunes, auditor da KPMG. Desde janeiro de 2014 que Banco de Portugal teria também informação sobre garantia soberana

Economia

De milhões a "tostões": como o património do BES foi vendido ao desbarato

Os ativos do Grupo Espírito Santo foram vendidos pelo Novo Banco e pela Rioforte como se nada valessem. Fundos abutres pagaram ninharias por hotéis, seguradoras e imóveis. Lucraram milhões, em negócios da China que prejudicaram acionistas e lesados do BES, enquanto o Novo Banco continua a sorver dinheiro público

Ricardo Salgado já foi constituído arguido no caso EDP
Atualidade

O Pargo, o Matateu, a Pititi, a Roadshow, a Alforreca e o Jaguar: os nomes de código dos que receberam dos sacos azuis do GES (afinal eram quatro)

Nas folhas de Excel com os pagamentos feitos a vários funcionários do Grupo Espírito Santo, através da Enterprises e de outras três sociedades ocultas, foram descobertos vários nomes de código e pseudónimos. Isabel Vaz, CEO do grupo Luz Saúde, aparece na lista como "Pititi". Filho de Salgado era o "Labutes", diretor do BES na Madeira era o "Hanham"

Atualidade

25 arguidos acusados no caso BES

Ministério Público acusa 18 pessoas e 7 sociedades no primeiro processo-crime nascido da queda do Banco Espírito Santo. Ricardo Salgado, administradores, diretores e funcionários ligados ao DFME, gestores da sociedade suíça Eurofin e João Alexandre, do BES Madeira, são os visados

Manuel Pinho: "PSD é o pai dos CMEC e a mãe das barragens"
Política

Manuel Sebastião, ex-presidente da Autoridade da Concorrência, vai ser ouvido e constituído arguido amanhã no caso EDP

Foi nomeado por Manuel Pinho para a Autoridade da Concorrência, teve vários encontros com o então ministro da Economia e comprou-lhe uma casa. Manuel Sebastião é suspeito de ter favorecido a EDP a pedido de Pinho, como a VISÃO revelou há umas semanas

Sociedade

Os casos judiciais que vão marcar 2020

Este será o ano em que Sócrates saberá se vai ou não a julgamento na “Operação Marquês”. Mas não só: Carlos Alexandre vai conduzir a instrução do processo de Tancos; Rangel deverá ser acusado na “Operação Lex” e Manuel Pinho e António Mexia não devem escapar a acusações no caso EDP

"Ricciardi de joelhos": leia a versão integral do capítulo polémico de Bruno de Carvalho
Sociedade

"Ricciardi de joelhos": leia a versão integral do capítulo polémico de Bruno de Carvalho

No polémico livro sobre os cinco anos na presidência do Sporting, Bruno de Carvalho escreve que o banqueiro, conhecido no universo leonino por ter atuado, durante anos, como elo entre o clube e a Banca, lhe pediu um dia perdão. A VISÃO pré-publicou o capítulo em que o ex-líder do Sporting se propõe a “quebrar um mito”, que agora pode ler aqui na íntegra

As comissões de inquérito de A a Z: As mentiras, os esquecimentos, os protagonistas e os resultados
Política

As comissões de inquérito de A a Z: As mentiras, os esquecimentos, os protagonistas e os resultados

Banca, fundos europeus, clubes de futebol, comunicação social, tragédias nacionais e até batatas – quase tudo foi objeto de investigações parlamentares no Portugal democrático

Antigo secretário de Estado de Manuel Pinho ouvido no caso EDP
Política

Antigo secretário de Estado de Manuel Pinho ouvido no caso EDP

Os procuradores do Ministério Público que investigam o caso das rendas da EDP quiseram Castro Guerra, o ex-secretário de Estado que teve a tutela da energia quando Manuel Pinho era ministro

Operação Marquês: Arguidos apostam na nulidade da prova obtida na investigação
Política

Os casos que vão marcar a ‘rentrée’ judicial

Setembro começa logo com novidades num processo de peso: os arguidos têm até esta segunda-feira para pedirem a abertura de instrução da Operação Marquês. Setembro é também o mês de decisões nos Vistos Gold. Em Outubro, o tribunal decide se o ex-procurador Orlando Figueira deve ou não ser condenado por alegadamente ter arquivado processos contra o ex-vice-presidente de Angola em troca de dinheiro e trabalho. E pelo meio continuar-se-á a debater se Manuel Pinho já é ou não é arguido no “Caso EDP”.

As sombras da EDP
Política

Manuel Pinho vai ser ouvido no dia 12 pelo Ministério Público

O ex-ministro da Economia vai ser ouvido no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) dentro de duas semanas, cinco dias antes de se apresentar no Parlamento para falar sobre a sua relação com a EDP e sobre os milhares de euros que recebeu do BES enquanto era ministro

Lesados do BES recordam Costa de que a palavra dada não foi honrada
Política

Lesados do BES recordam Costa de que a palavra dada não foi honrada

Um grupo ruidoso de manifestantes está em frente à Exposalão, na Batalha, onde se realiza o 22º Congresso do PS. O primeiro-ministro e Carlos César são os mais visados. VEJA O VÍDEO

Coleção de pintura do antigo BES vai ser toda cedida aos museus nacionais
Cultura

Coleção de pintura do antigo BES vai ser toda cedida aos museus nacionais

As 97 obras de arte, que terão um valor superior a €10 milhões, vão ser “distribuídas” pelos museus nacionais através de protocolos de cedência

Relação manda analisar todos os emails de António Mexia no Caso EDP
Política

Relação manda analisar todos os emails de António Mexia no Caso EDP

O Ministério Público apreendeu 38 megabytes de emails quando fez buscas à EDP, mas o juiz de instrução entendeu que era “uma grande quantidade” de correio electrónico e restringiu a análise a uma triagem por sete palavras-chave. O que deu apenas 47 emails. Agora, o Tribunal da Relação de Lisboa diz que o juiz fez uma pesquisa “aleatória e não fundamentada” e ordenou que os emails sejam analisados com maior rigor

Manuel Pinho vendeu casas a fundo imobiliário do BES
Política

Manuel Pinho vendeu casas a fundo imobiliário do BES

O ex-ministro da Economia comprou ao BES, em 2004, por menos de 800 mil euros, um edifício em Campo de Ourique. Demoliu-o e construiu um prédio de luxo com quatro apartamentos. Em 2009, uma semana depois de deixar de ser ministro, vendeu dois andares a um fundo de gestão de património imobiliário do Banco Espírito Santo por 1,5 milhões de euros

Agenda de Manuel Pinho revela encontros com Salgado e Mexia no mesmo dia
Editorial

O perigo das generalizações

Quando deixamos de acreditar em nós e passamos a desconfiar de todos, ficamos à mercê de quem diz ter a solução para pôr o País “na ordem”