Guerra na Ucrânia

Bernardo Pires de Lima: “Não é prudente estar a alarmar com a invocação do Artigo 5º da NATO”

O analista de política internacional considera como improvável que o Artigo 5.º da NATO seja invocado e que toda a vontade política da organização é de não ultrapassar essa linha vermelha