Terceira, ilha de Jesus Cristo
Paralelo 38

Terceira, ilha de Jesus Cristo

A Terceira é, das ilhas dos Açores, a mais hospitaleira. Se caminhar num dos bonitos passeios de Angra, cidade a sul da ilha, ou da Praia, urbe localizada a leste, as gentes da terra olham-no nos olhos e sorriem naturalmente para si, dão-lhe os bons dias, perguntam-lhe se precisa de alguma coisa, convidam-no graciosamente para as festas populares em suas casas ou nos terreiros onde o povo se reúne e alegremente festeja

O melhor do Brasil
Opinião

O melhor do Brasil

Desembocamos na Avenida Brasil em obras. Sentimos a tensão da Babilónia. A condução é intuitiva no pior sentido da palavra. Não há linhas a marcar as faixas de rodagem (alguém deve ter desviado o dinheiro para a tinta)

O Gosto dos Outros... Vítor Sobral Se7e
VISÃO sete

O Gosto dos Outros... Vítor Sobral

O chefe Vítor Sobral, que se tornou conhecido por modernizar a cozinha portuguesa, revela-nos os lugares por onde mais gosta de andar

Esquerda, direita, mas nunca volver
Política

Esquerda, direita, mas nunca volver

Marcelo Rebelo de Sousa começou o terceiro dia de visita aos Açores com uma descida, em passo rápido, do Monte Brasil, na Ilha Terceira. Pelo trilho, entre as árvores, não faltaram comentários políticos

A caixa negra da democracia
Política

As tesouradas nos balcões da Caixa

Encerramento de agências em ano de autárquicas é rastilho para a luta política. Metade são em concelhos socialistas. Populações, partidos e autarcas unem-se em protesto contra a administração de Paulo Macedo. VEJA A INFOGRAFIA com todos os balcões que vão encerrar

Viva a calçada, pim!
Penso, logo desisto

Viva a calçada, pim!

Uma entrevista, Lisboa em obras, calçada portuguesa e a cronista vira-casaca

Os gelados que sabem a Açores Se7e
VISÃO sete

Os gelados que sabem a Açores

Da ilha Terceira, chegam os gelados da Quinta dos Açores: cremosos, feitos à base de leite e nata fresca das vacas que andam livres pelos cerrados

Walk&Talk, um festival que é um grande abraço Se7e
VISÃO sete

Walk&Talk, um festival que é um grande abraço

Terminou a sexta edição do Festival Walk&Talk, que durante duas semanas, levou a São Miguel, nos Açores, dezenas de artistas para fazerem o que de melhor sabem fazer: arte urbana, arquitetura, design, artes plásticas, teatro, dança, vídeo… A ilha nunca mais será a mesma

Se os Açores são únicos, o Walk&Talk também não é um festival como os outros Se7e
VISÃO sete

Se os Açores são únicos, o Walk&Talk também não é um festival como os outros

Durante duas semanas de verão, a sossegada ilha de São Miguel, nos Açores, é sacudida pelo Walk&Talk, o festival de arte urbana e de criações várias que ali leva artistas portugueses e estrangeiros