Carros elétricos: O guia essencial

Carros elétricos: O guia essencial

A proibição de venda de automóveis ligeiros com motor de combustão interna na União Europeia a partir de 2035, confirmada a 27 de outubro após aprovação do Parlamento Europeu em junho, é mais um sinal claro que aponta para a eletrificação dos automóveis. A maioria dos estudos prevê que o crescimento das vendas de veículos 100% elétricos continue de modo evidente. Segundo a BCG, já em 2025 os elétricos vão representar 20% do mercado global e serão a maioria já em 2028. Na Europa, a transição deverá ser ainda mais acelerada, chegando, segundo o mesmo estudo, a mais de 90%, em 2035, em resultado da regulamentação já mencionada.

Skate: mais espaço
A maioria dos carros criados de raiz para serem 100% elétricos utiliza a arquitetura skate, que dá maior liberdade aos designers

O público também está recetivo a esta tendência, sobretudo em Portugal: um estudo realizado pela BEI revelou que os portuguesas são, na UE, os mais interessados em comprar carros elétricos. Uma ideia reforçada por outro inquérito da ACAP (Associação Automóvel de Portugal), em que um em cada dois portugueses respondeu que o seu próximo carro será híbrido ou elétrico. Os valores reais do mercado parecem confirmar as indicações dadas pelos estudos, já que os recordes de vendas têm vindo a ser batidos constantemente. Os mais recentes dados de vendas de carros em Portugal, referentes a setembro, apontam para uma quota de quase 11% para os veículos 100% elétricos, valor que sobe para cerca de 21% quando se incluem os híbridos plug-in (que podem circular em modo 100% elétrico e cuja bateria pode ser carregada a partir de uma tomada). Uma curva de crescimento evidente, que até poderia ser maior se não fossem as fortes limitações relacionadas com a produção e logística. O mês de setembro ficou, ainda, registado por um marco histórico: o carro mais vendido em toda a Europa foi, pela primeira vez, um elétrico, o Tesla Model Y.

Os trunfos

O interesse dos condutores é fácil de justificar: a eletrificação dos veículos traz várias vantagens ambientais, económicas e funcionais, como maior desempenho, menor manutenção e mais conforto. Apesar das reservas iniciais, muito habituais sempre que se muda de tecnologia ou paradigma, hoje há um consenso muito alargado sobre a eletrificação da mobilidade. Mesmo os fabricantes mais reticentes a avançar para a eletrificação, normalmente mais por razões económico-financeiras e não tanto por motivos técnicos, já começaram a transição. Tudo aponta para que a eletrificação do automóvel já tenha entrado num “caminho sem retorno”. Até porque os fabricantes já iniciaram planos de investimentos na casa dos milhares de milhões de euros que, naturalmente, precisam de ser recuperados. Só o grupo Volkswagen anunciou, em meados deste ano, um investimento de 20 mil milhões de euros para construir veículos elétricos movidos a baterias. O objetivo é que, até 2030, 80% dos veículos produzidos pelo grupo sejam elétricos. A maioria das outras marcas tem apresentado objetivos semelhantes, sobretudo nos mercados europeu e norte-americano.

Como usar (bem) os postos da rede Mobi.E

A rede pública de carregamento de veículos elétricos já conta com mais de cinco mil pontos de carregamento, mas o objetivo é chegar aos 15 mil em 2025

Cartão ou app
Pedir o cartão de acesso aos postos a um ou mais CEME (cada utilizador pode ter vários cartões em função das condições oferecidas) ou utilizar uma app de um CEME, como a Miio. O site da Mobi.E tem uma lista atualizada destes comercializadores que, em regra, permitem o pedido do cartão online ou via telefone.

Conheça o seu carro
Estude a curva de carregamento do seu carro, nomeadamente as potências que suporta em AC (carregamento normal) e em DC (carregamento rápido). Esta informação é fundamental para escolher os postos de carregamento que permitem uma melhor relação entre custo e velocidade. Por exemplo, é de evitar carregar a bateria de um carro elétrico com potência de carregamento máxima de 50 kW num posto ultrarrápido de 150 kW. Isto porque não tirará máximo partido do posto e, provavelmente, pagará um valor mais elevado.

Descobrir os postos
Verificar, de preferência antecipadamente, as condições de carregamento dos postos que pretende usar (tomadas disponíveis, custos e utilização). Para o efeito, recomendamos a utilização da app Miio, que até permite fazer simulações de carregamento para se calcular o custo previsto. Estas apps estão disponíveis para Android e iPhone.

Carregar
Use o cartão ou app para iniciar o carregamento – em postos de carregamento rápido, os cabos estão incluídos no posto, mas, nos postos de carregamento normal, o mais comum é o utilizador ter de recorrer a um cabo Type 2 (fornecido com a maioria dos carros elétricos). O valor a pagar será faturado ao utilizador, normalmente através de débito bancário, pelo CEME.

Elétricos em números

Os veículos elétricos estão a ganhar o seu espaço nas estradas de todo o mundo. Da China aos EUA, passando pela Europa, o mercado tem crescido a dois dígitos. Atualmente, em cada dez carros que se vendem em Portugal um é 100% elétrico e outro híbrido plug-in (PHEV). E este número só não é superior porque não existem carros suficientes para satisfazer a procura devido à escassez de microprocessadores. Face a esta tendência crescente, as marcas de automóveis estão a avançar com um dos maiores investimentos que esta indústria conheceu em toda a sua história. Para perceber bem a dimensão deste fenómeno, aqui ficam alguns dos grandes números gerados por este  novo mercado dos elétricos.

Carro elétrico”
Este foi o terceiro termo mais procurado no Google em Portugal, no primeiro semestre deste ano.

500 mil milhões
Montante que deverá ser investido pelos fabricantes de automóveis no desenvolvimento de novos carros elétricos até ao final de 2030. É considerado um dos maiores investimentos de sempre nesta indústria.

12 692
Total de veículos 100% elétricos (sem contar com os híbridos plug-in) vendidos em Portugal nos primeiros nove meses do ano.

11 284
Veículos híbridos plug-in vendidos em Portugal entre janeiro e setembro deste ano.

220 000
Número de carregamentos feitos na rede Mobi.E em julho deste ano, o que estabeleceu um novo recorde. Em Portugal, existem atualmente 2 700 postos de carregamento.

68%
Em 2040, em cada três carros vendidos em todo o planeta, dois serão 100% elétricos. As estimativas apontam para que, nesse ano, se vendam cerca de 66 milhões de carros movidos a eletricidade, ou seja, o equivalente a 68% do mercado. Nessa altura, o parque automóvel global de veículos elétricos deverá ser superior aos 325 milhões de unidades, segundo um estudo da Wood Mackenzie.

1,7 milhões
Previsão de vendas de veículos elétricos na União Europeia ao longo de 2022. Há quatro anos, venderam-se menos de 200 mil unidades.

23
Média de novos postos de carregamento de baterias instalados por semana na rede Mobi.E, de norte a sul do País, desde o início do ano.

Palavras-chave:

Mais na Visão

Mais Notícias

BE propõe criação de

BE propõe criação de "serviço de urgência básico" para responder a "picos" nos hospitais

Apple processada: Air Tags podem ser usadas para perseguir vítimas

Apple processada: Air Tags podem ser usadas para perseguir vítimas

Os segredos de Kate para um cabelo perfeito

Os segredos de Kate para um cabelo perfeito

Vencedores do passatempo 'O Gato das Botas: O Último Desejo'

Vencedores do passatempo 'O Gato das Botas: O Último Desejo'

Kate Winslet confessa:

Kate Winslet confessa: "Quando era mais jovem, ligavam ao meu agente para perguntarem quanto é que eu pesava"

O centenário de José-Augusto França

O centenário de José-Augusto França

E ainda... Saramago

E ainda... Saramago

Harry e Meghan revelam que se conheceram nas redes sociais

Harry e Meghan revelam que se conheceram nas redes sociais

Meghan impressiona em noite de gala: de vestido branco e anel da princesa Diana

Meghan impressiona em noite de gala: de vestido branco e anel da princesa Diana

Wall&gami: fazer da arte do origami uma peça de decoração

Wall&gami: fazer da arte do origami uma peça de decoração

Esta Iguana move-se no universo das novelas gráficas

Esta Iguana move-se no universo das novelas gráficas

Bendito burel: 24 peças quentes e bonitas no tecido da serra da Estrela

Bendito burel: 24 peças quentes e bonitas no tecido da serra da Estrela

O centenário de Saramago

O centenário de Saramago

Conforto térmico

Conforto térmico

Ajitama Ramen Bistro: O templo dos caldos japoneses tem uma segunda morada em Lisboa

Ajitama Ramen Bistro: O templo dos caldos japoneses tem uma segunda morada em Lisboa

Iberdrola quer investir 3 ME em Portugal nos próximos anos

Iberdrola quer investir 3 ME em Portugal nos próximos anos

Hospital S.Francisco Xavier adota medida alternativas após inundação num dos edifícios

Hospital S.Francisco Xavier adota medida alternativas após inundação num dos edifícios

França vai banir três voos de curta duração onde há alternativas de comboio

França vai banir três voos de curta duração onde há alternativas de comboio

Oymyakon: a vila mais fria do mundo

Oymyakon: a vila mais fria do mundo

Fashion Clinic Home abre pop-up store em Lisboa

Fashion Clinic Home abre pop-up store em Lisboa

Moniz faz regressar programa à TVI... com Goucha e Cristina Ferreira

Moniz faz regressar programa à TVI... com Goucha e Cristina Ferreira

Natal: presentes para gourmets

Natal: presentes para gourmets

CORREÇÃO DO TÍTULO: Iberdrola quer investir 3 mil ME em Portugal nos próximos anos

CORREÇÃO DO TÍTULO: Iberdrola quer investir 3 mil ME em Portugal nos próximos anos

DHL encomenda duas mil carrinhas Ford E-Transit

DHL encomenda duas mil carrinhas Ford E-Transit

Volta a Portugal em design nos dois apartamentos da Santo Infante

Volta a Portugal em design nos dois apartamentos da Santo Infante

EXCLUSIVO: Concorrente de Hell’s Kitchen chega a Portugal para enfrentar Ljubomir em tribunal

EXCLUSIVO: Concorrente de Hell’s Kitchen chega a Portugal para enfrentar Ljubomir em tribunal

Batalha Centro de Cinema abre com três dias de festa - e estes são os momentos a não perder

Batalha Centro de Cinema abre com três dias de festa - e estes são os momentos a não perder

Ofereça beleza este Natal

Ofereça beleza este Natal

Hospital de Setúbal, com urgêngia Pediátrica já encerrada, com constrangimentos  na Obstetrícia e Ortopedia

Hospital de Setúbal, com urgêngia Pediátrica já encerrada, com constrangimentos na Obstetrícia e Ortopedia

Georgina Grávida?

Georgina Grávida?

Universidade de Évora e Cruz Vermelha testa com sucesso baterias de segunda vida em cenário de catástrofe

Universidade de Évora e Cruz Vermelha testa com sucesso baterias de segunda vida em cenário de catástrofe

Como a SAP prepara os engenheiros do futuro

Como a SAP prepara os engenheiros do futuro

Como está a correr a transição energética em Portugal

Como está a correr a transição energética em Portugal

O look natalício de Madalena Abecasis que queremos copiar

O look natalício de Madalena Abecasis que queremos copiar

O Natal da EXAME: as escolhas culturais de Cesaltina Pinto

O Natal da EXAME: as escolhas culturais de Cesaltina Pinto

Caras conhecidas atentas a tendências de moda

Caras conhecidas atentas a tendências de moda

Lancia ‘renasce’ como marca 100% elétrica

Lancia ‘renasce’ como marca 100% elétrica

Livro da semana: 'Mina'

Livro da semana: 'Mina'

Carolina Carvalho mostra-se uma grávida feliz e elegante

Carolina Carvalho mostra-se uma grávida feliz e elegante

O Natal da EXAME: as escolhas bonitas de Edgar Antunes

O Natal da EXAME: as escolhas bonitas de Edgar Antunes

Recorde os visuais de Kate durante a viagem aos Estados Unidos

Recorde os visuais de Kate durante a viagem aos Estados Unidos

A transformação das profissões de RH e a inteligência artificial

A transformação das profissões de RH e a inteligência artificial