A prisão do Duque da Terceira no Porto
Histórias portuenses

A prisão do Duque da Terceira no Porto

Como o descontentamento popular foi aproveitado pelos políticos

Germano Silva Germano Silva
O Hotel de Francfort
Histórias portuenses

O Hotel de Francfort

As memórias de um dos mais importantes hotéis do Porto do final do século XIX

Germano Silva Germano Silva
O Senhor S. Salvador do Mundo
Histórias portuenses

O Senhor S. Salvador do Mundo

De como uma peste na Idade Média deu origem a um estranho culto no Porto

Germano Silva Germano Silva
A rua que foi d'él Rei
Histórias portuenses

A rua que foi d'él Rei

Histórias de outros tempos da rua do Infante D. Henrique, no Porto

Germano Silva Germano Silva
O candeeiro número 1047 da rua da Constituição
Histórias portuenses

O candeeiro número 1047 da rua da Constituição

Foi sob a a luz de um candeeiro da rua da Constituição, nas imediações da desaparecida Fábrica de Salgueiros, que se fundou um dos mais populares clubes de futebol do Porto - o Sport Comércio e Salgueiros

Germano Silva Germano Silva
A feira dos moços
Histórias portuenses

A feira dos moços

A história desta feira do século XVIII e o que lá se encontrava

Germano Silva Germano Silva
Uma questão de hortaliças
Histórias portuenses

Uma questão de hortaliças

Todos quantos se dedicam a estudar a história do Porto conhecem aquele excelente desenho do barão de Forrester que nos mostra a feira da Cordoaria que ali se fazia desde há muitos anos e onde tinham assento as vendedeiras de hortaliças e outros legumes

Germano Silva Germano Silva
A capela dos Reis Magos
Histórias portuenses

A capela dos Reis Magos

A festa em honra dos três Reis Magos, que antigamente se fazia no Porto, teve uma tão grande popularidade que chegou a rivalizar com os célebres festejos ao S. João

Germano Silva Germano Silva
A rua das Flores
Histórias portuenses

A rua das Flores

Ocupada, durante todo o século XIX, por mercadores e ourives, nos idos de setenta do século passado, a rua das Flores entrou em acentuado declínio. Hoje, graças ao enorme afluxo turístico, voltou a ter vida

Germano Silva Germano Silva
Os mártires da Pátria
Histórias portuenses

Os mártires da Pátria

Doze cidadãos liberais pagaram com a vida pelo único “crime” de lutarem pela liberdade no seu país

Germano Silva Germano Silva
A estátua do Porto
Histórias portuenses

A estátua do Porto

Uma obra, feita por um pedreiro, mas que continua a ser atribuída, erradamente, a um escultor

Germano Silva Germano Silva
A Rainha dos Mercados
Histórias portuenses

A Rainha dos Mercados

Num ano em que se devia eleger a Rainha dos Mercados do Porto, a comissão eleitoral resolveu fazer uma partida aos caciques

Germano Silva Germano Silva
A mulher-homem
Histórias portuenses

A mulher-homem

Nasceu mulher, mas andou vestida de homem até aos vinte anos. A história, comovente, da mulher-homem, que há 140 anos apaixonou o Porto

Germano Silva Germano Silva
O vinho de Oeiras e o vinho do Porto
Histórias portuenses

O vinho de Oeiras e o vinho do Porto

Mais uma História Portuense, desta vez sobre a criação da Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro e o negócio que ela proporcionou ao seu criador, Sebastião José de Carvalho e Melo, futuro marquês de Pombal

Germano Silva Germano Silva
Contrato comercial com Jesus
Histórias portuenses

Contrato comercial com Jesus

Miragaia foi terra de mercadores e de lendas. A começar pela que deu nome ao sítio, já evocada, numa das crónicas anteriores. Mas há mais

Germano Silva Germano Silva
Histórias portuenses

O misticismo de Camilo

A par com as aulas de Teologia, Camilo dirigia e redigia o “Cristianismo”, semanário religioso por ele fundado e do qual se desligou, em setembro de 1852, para fundar outro jornal, “A Cruz “

Germano Silva Germano Silva
O monumento que não chegou a ser feito
Histórias portuenses

O monumento que não chegou a ser feito

Um ano depois da vitória dos liberais, os homens bons do Porto acordaram em que se devia erguer, no ponto mais central da urbe, um monumento a evocar o êxito da revolução de 24 de agosto de 1820

Germano Silva Germano Silva
E se Camões tivesse nascido no Porto?
Histórias portuenses

E se Camões tivesse nascido no Porto?

Volvidos muitos anos depois da atribuição do nome do autor de “Os Lusíadas” a uma rua do Porto, começou a aventar-se a hipótese de o poeta podia ter nascido aqui, no velho burgo portucalense. Vamos ao assunto

Germano Silva Germano Silva
Naufrágio do vapor “Porto”
Histórias portuenses

Naufrágio do vapor “Porto”

Há 166 anos, completaram-se no dia 29 do passado mês de março, na ainda hoje perigosíssima barra da foz do rio Douro, naufragou o vapor “Porto”

Germano Silva Germano Silva
O grito da independência
Histórias portuenses

O grito da independência

Um brasão houve que escapou à sanha dos franceses – o que está no alto da fachada da igreja da Santa Casa da Misericórdia do Porto, na rua das Flores. E os portuenses passaram a olhar para ele como um símbolo da esperança de que o fim do cativeiro estaria para breve

Germano Silva Germano Silva
O Bom Jesus da cidade
Histórias portuenses

O Bom Jesus da cidade

A imagem do Bom Jesus da Cidade existe e está hoje no cimo de um altar existente na sacristia da igreja dos Clérigos. Em tempos passados, foi alvo de grande devoção popular

Germano Silva Germano Silva