Café Central

Uma ministra pode ter 34 anos?

A crise na Habitação em Portugal resulta de décadas de negligência e más políticas. Que papel terá a idade dos sucessivos decisores neste contínuo desastre?

Henrique Costa Santos
Café Central

Tem a palavra o Dr. Robô

O progresso da Inteligência Artificial é tão fascinante quanto assustador. Nos últimos anos, os robôs testemunharam a sua própria e vertiginosa mobilidade social: passaram de lavradores, escavadores e empilhadores a académicos, compositores e advogados

Henrique Costa Santos
Café Central

Meter os papéis para a reforma da Educação

Descentralizar o recrutamento de professores é essencial à missão da escola pública. Num bairro problemático lisboeta, ou numa aldeia em Beja, os alunos têm necessidades diferentes. Logicamente, os perfis dos professores devem corresponder

Henrique Costa Santos
Café Central

2022: normalidade enganosa

Lembra-se de quando 2020 ganhou o título de annus horribilis? Mal sonhávamos nós. O calendário que agora se inicia promete continuar a estar à altura deste desígnio. Vai doer. A crise económica e as tensões internacionais, com a complexificação do xadrez global, permitem antecipar um ano duro, com carências, tumultos e contestação social

Henrique Costa Santos
Café Central

Duas jovens à conversa

Estamos a léguas de vencer a ideia de que o político por excelência é o sisudo strongman

Henrique Costa Santos
Café Central

Qatar do Alentejo

De pouco nos vale pedir comentários aos governantes sobre os direitos humanos no Qatar, seguir hashtags e influencers, vestir a t-shirt da Amnistia, se assobiamos para o lado quando a escravatura joga em casa

Henrique Costa Santos
Café Central

Grande Alucinação

De acordo com um estudo da Associated Press-NORC, um terço (32%) dos americanos acredita hoje que existe um plano obscuro do Partido Democrata para deixar entrar imigrantes não-brancos no país e tomar controlo. Um terço. É, além do mais, uma ideia assassina

Henrique Costa Santos
Café Central

Amanhã vai ser outro dia

Os próximos tempos serão duros, avizinham-se dias de alerta, e é provável que o ódio tente fazer das suas. Ainda assim, este é sem dúvida um dia de festa para a democracia e um rasgo de esperança

Henrique Costa Santos
Café Central

Não há fome que não dê em silêncio

Se a importância da redução do défice e dívida pública é consensual – objetivos para os quais o presente Orçamento do Estado é manifestamente vocacionado -, a pergunta aqui é então: quem paga? Num país de desigualdades crescentes, num contexto em que as grandes fortunas se agigantam, fará sentido imputar o custo aos mais vulneráveis?

Henrique Costa Santos
Café Central

Portugal na vanguarda da poupança energética

O português médio já faz praticamente tudo o possível para poupar energia, estando habilitado a dar workshops Europa fora. Com alguém natural da Covilhã, ou de Bragança, à frente do Plano de Poupança Europeu, a União Europeia reduziria facilmente a fatura energética para metade

Henrique Costa Santos
Café Central

O mito da silly season

Quatro contos verídicos à despedida do nosso querido mês de agosto, para provar que a silly season não existe

Henrique Costa Santos
Café Central

Nada a esconder

Aparentemente, nem o “país mais feliz do mundo” se escapa ao bafio do moralismo conservador: uns criticam porque uma primeira-ministra (com a agravante de ser mulher) não se comporta assim; outros porque, ao comportar-se assim, perde a credibilidade. Como pode alguém perder a credibilidade por ser normal? Henrique Costa Santos sobre a polémica dos vídeos que mostram a primeira-ministra finlandesa numa festa

Henrique Costa Santos
Café Central

Ninguém quer trabalhar

De nada nos servirá a velha cantiga do “vai trabalhar, malandro!”, de que o povo não quer trabalhar porque é preguiçoso, porque recebe subsídios ou porque não passa recibos. Está na altura de olharmos para o ponto crucial da questão: que empregos são estes?

Henrique Costa Santos
Café Central

Jogar golfe é uma seca

Vamos ao golfe. Mais de metade dos campos estão no Algarve, região em alerta vermelho por falta de água. Apenas dois são regados com águas das Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR)

Henrique Costa Santos
Café Central

Cidadania à la carte

Querer instituir o direito de veto de cada encarregado sobre os currículos da escola pública é bizarro. É natural, e até louvável, que os pais tenham opiniões sobre o que é leccionado nas escolas, mas isso não lhes dá poder para retirar do cardápio escolar o que não lhes agrada

Henrique Costa Santos
Café Central

Afinal

Um belíssimo e catastrófico arranque acaba de catapultar o sonho da Carris Metropolitana para 2023

Henrique Costa Santos
Café Central

Querido, troquei a casa

Henrique Costa Santos conta um episódio daqueles em que a realidade supera claramente a ficção e que, neste caso, envolve a troca de duas idosas na altura da alta hospitalar

Henrique Costa Santos
Café Central

Debate-chapas

Quando o assunto é mobilidade, parecem erguer-se automaticamente duas barricadas: de um lado, os amantes do tubo de escape, que desprezam o clima, todavia avaliam o impacto económico, conhecem as questões seríssimas, das quais a operacionalidade ou o comércio; do outro, os ditos neo-hippies das bicicletas, sonhadores incuráveis, dos que almejam um mundo verde e vegan, “imagine all the people”, um paraíso onde o dinheiro não existe e as cidades são florestas. A realidade não é assim

Henrique Costa Santos
Café Central

Uma situação séria

Somos, aliás, todos ateus até que a pessoa do outro lado do telefone não percebe as instruções à terceira. Da próxima vez que estiver perto de bradar aos céus porque o interlocutor não está a apanhar as indicações, lembre-se desta aterragem

Henrique Costa Santos
Café Central

A Língua Portuguesa é mêmo top

Há quem perca demasiado tempo a avaliar sotaques, em vez de perceber que as diferentes pronúncias são o sal e o açúcar do amor à língua

Henrique Costa Santos
Café Central

Não há liberté sem egalité

É o recorde da ultradireita em França. Cinco anos de mandato conturbado bastaram para que uma das mais sólidas democracias europeias escapasse por pouco

Henrique Costa Santos