É o que eu acho

Estão à espera que morra mais alguém?

Dirigentes e demais intervenientes que continuem a pactuar e a fomentar a violência, física ou verbal, estão a mais no futebol

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Varandas com vista para o abismo
É o que eu acho

Varandas com vista para o abismo

O presidente do Sporting anda perdido no labirinto em que se deixou encurralar. Pouco ou nada lhe corre bem e o futuro afigura-se negro. Para ele e, sobretudo, para o clube

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
As bandeiras de Joacine
É o que eu acho

As bandeiras de Joacine

A futura deputada do Livre está a ser alvo de uma asquerosa campanha de ódio por ter aparecido uma bandeira da Guiné-Bissau nos festejos da sua eleição. Ela bem avisou que o problema é haver gente que gagueja a pensar

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Este futebol português não tem pedalada europeia
É o que eu acho

Este futebol português não tem pedalada europeia

Salvou-se o Sporting, que apesar de mais uma péssima exibição, foi a única equipa portuguesa a vencer na segunda jornada das competições europeias. Como está, o futebol português vai continuar à espera de milagres e entretido com conversas de "paineleiros"

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Estranha forma de vida
É o que eu acho

Estranha forma de vida

Fernando Santos comparou Ronaldo a Amália por serem ambos símbolos de Portugal. Ou estaria a pensar nesta maneira esquizofrénica de os portugueses verem futebol?

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Deixem jogar o Renato
É o que eu acho

Deixem jogar o Renato

Não há motivo para que Fernando Santos não faça, agora, o mesmo que, em 2004, Scolari fez com um jovem de 18 anos, de seu nome Cristiano Ronaldo

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Jogar como nunca, perder como sempre
É o que eu acho

Jogar como nunca, perder como sempre

Jesus e os jogadores do Sporting teriam merecido ser campeões. Mas o resultado final é duro para Bruno de Carvalho. Em três anos de mandato viu o Benfica ser tricampeão

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Derrotas não se festejam. Mas há umas melhores do que outras...
É o que eu acho

Derrotas não se festejam. Mas há umas melhores do que outras...

O Benfica perdeu, mas saiu vivo de Munique. E com uma exibição e uma postura que devem fazer Jorge Jesus corar de vergonha

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Vitória, Vitória, mas ainda não se acabou a história
É o que eu acho

Vitória, Vitória, mas ainda não se acabou a história

Quem diria há uns meses que o Benfica chegaria a esta altura do campeonato isolado na liderança? É a prova de que o nasce torto pode, afinal, edireitar-se e de que nada se ganha com bazófias e aos berros no Facebook. Mas também nada está ganho em março...

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
As vitórias de Vitória
É o que eu acho

As vitórias de Vitória

Depois de muita desconfiança, o treinador do Benfica começa a mostrar ter unhas para conduzir "aquele Ferrari". Mas falta o teste do algodão...

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Joguem (só) à bola!
É o que eu acho

Joguem (só) à bola!

A primeira volta do campeonato confirma Jorge Jesus como personagem central pelo brilhantismo com que levou o Sporting à liderança. Mas também por falar (eventualmente) demais

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Quando os "lagartos" se transformam em "sapos"
É o que eu acho

Quando os "lagartos" se transformam em "sapos"

Muitos adeptos e dirigentes do Sporting tinham deixado de ser chamados "lagartos" para passar a ser "sapos": Verdes na mesma, mas andavam inchados...

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Venda de Renato Sanches pode render 80 milhões ao Benfica
É o que eu acho

A estrelinha de Belém, a aparição na Pedreira e o silêncio do Papa

Jorge é Jesus, mas não faz milagres e foi preciso uma estrela de Belém para lhe indicar o caminho da vitória. Em Braga deu-se a primeira aparição de um Benfica com traços do bicampeão. No Porto, o silêncio de Pinto da Costa faz cada vez mais barulho

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Sem Vitória, sem estrutura e (agora) sem colinho
É o que eu acho

Sem Vitória, sem estrutura e (agora) sem colinho

Tudo o que não seja uma vitória, na próxima semana, em Braga poderá deixar o Benfica agarrado a uma utopia: a Champions! Ah, claro, e a Taça da Liga

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
O dilema de Vitória
É o que eu acho

O dilema de Vitória

Pode o melhor jogador do plantel ser um problema para uma equipa? No Benfica, pode

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Sobra ao Sporting o que falta a Benfica e FC Porto
É o que eu acho

Sobra ao Sporting o que falta a Benfica e FC Porto

É tão injusto hoje como foi no passado justificar o sucesso das equipas de Jesus com favorecimento das arbitragens

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Sobra ao Sporting o que falta a Benfica e FC Porto
É o que eu acho

Inferno na Luz

Enquanto a "estrutura" anda preocupada com processos judiciais e indemnizações estratosféricas, Jesus voltou a provar que os campeões se fazem de competência, trabalho e talento

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
O pirómano de Alvalade
É o que eu acho

O pirómano de Alvalade

Bruno de Carvalho promete ficar na história do futebol português. Pode é não ser pelas melhores razões

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
O pirómano de Alvalade
É o que eu acho

Nunca mais é agosto...

A mudança de Jesus da Luz para Alvalade faz antever uma época escaldante e apaixonante. Que começa logo com um Benfica-Sporting

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Merci Charlie
É o que eu acho

Merci Charlie

O que Charb, Wolinski, Cabu, Tignous, Honoré e seus pares nos ensinaram foi que, se preciso for, há que morrer pela liberdade

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura
Vivó árbitro!
É o que eu acho

Os trabalhos de Paulo Bento

Ter mais em que pensar sem ser se Cristiano está ou não a cem por cento pode ser o melhor que podia ter acontecido a Paulo Bento

Manuel Barros Moura Manuel Barros Moura