Jornal de letras

A escola do futuro

Jornal de letras

Tarde, mas ainda a tempo

Numa entrevista concedida a um jornal luso-francês dirigido à emigração e publicada em 18 de janeiro passado, o Presidente da República produziu, uma semana antes das eleições presidenciais, algumas das mais significativas declarações do seu primeiro mandato, no que respeita aos processos eleitorais e, por extensão, ao próprio regime constitucional por que nos governamos desde 1976. Pena é que tenha esperado pela última semana de campanha e escolhido um jornal de circulação limitada para as divulgar, já que elas introduzem um debate que se arrasta – sem verdadeiro debate – há anos e se tornou mais premente nos tempos de confinamento em que vivemos desde o ano passado.

Jornal de letras

Um Militante da Lusofonia

Durante o pequeno almoço num pequeno hotel da cidade alemã de Rothenburg ob der Tauber, no dia 26 de abril de 1974, tive a notícia do golpe militar em Portugal, na véspera. Regressei então, apressadamente, ao Rio de Janeiro, onde vivia exilado. À chegada fui “convocado” para participar de reuniões de exilados portugueses sobre a situação política em Portugal, num espaçoso apartamento na rua Prudente de Morais, em Ipanema. As reuniões eram organizadas em sua casa por Amândio Silva.

Jornal de letras

A Tempestade de um Minuto

Tenho andado a convencer-me de que nunca vi o nosso mar assim. É certamente da perturbação da pandemia, do cansaço, de não haver ninguém, mas é facto que se põe em montanhas de água, que treinam para se porem de pé.

Jornal de letras

Tarde, mas ainda a tempo

Ideias (JL)

Eduardo Lourenço: o buscador de enigmas

Ideias (JL)

A biblioteca desaparecida

Ideias (JL)

Levantar a cabeça

Ideias (JL)

2021: Reinventar o mundo, só baseado no conhecimento

Alexandre Quintanilha, investigador, prof. catedrático e deputado, olha para 2021 com moderado otimismo e diz que gostaria de viver num mundo "pós-etnia, pós-nação, pós-género, pós-"

Ideias (JL)

Por amor de um verso

A memória rilkeana diz-nos que a identidade é um sistema complexo que não pode ser confinado a um órgão específico, mas à totalidade do indivíduo, sangue, olhar e gesto, porque as recordações (como funções ou manifestações da mente ou do cérebro) não são suficientes

Ideias (JL)

A defesa do Romance

Desde que me conheço que ouço, ciclicamente, anunciar a “morte do romance”. A qualquer inovação tecnológica, a qualquer forma “mais moderna” de comunicar uma história, aparecem logo os profetas de um futuro que nunca conhecerão a anunciar que o romance “está pela hora da morte”

Ideias (JL)

Esperar como um Rocky Balboa

Ideias (JL)

O otimismo como disciplina atlética

Uma das maneiras mais rigorosas de dividir os habitantes do nosso mundo hodierno será entre aqueles (ainda poucos) que já sabem que vivemos na época existencialmente mais decisiva da história da humanidade, e os outros (a gigantesca maioria), que desconhecem ou subestimam esse facto bruto e incontornável

Ideias (JL)

Cemitério de famosos

A Assembleia de Freguesia aproveitou a vaga de turistas funerários e sugeriu um programa pos-mortem muito atraente: todas as despesas pagas, cerimónia com acompanhamento orquestral, um jazigo concebido por um artista da região, com um epitáfio escrito por um poeta laureado

Ideias (JL)

A ceia do Capitão Fracasse

No Cavaleiro Andante as imagens contavam-me as histórias que ainda não conseguia ler. Para lá de alguma inclinação natural, foi aí que ganhei o gosto pela leitura e pelas literaturas

Ideias (JL)

Poetas suicidas

Fôssemos verdadeiramente assistidos pela divindade e nada se deixaria à deriva, tudo ganharia propósito e certamente a poesia seria desnecessária

Ideias (JL)

O sempre apetecido alvo da educação

Ideias (JL)

Continuarei a ler livros

Ideias (JL)

Uma biografia do Marquês de Pombal

De Quase Nada a Quase Rei, a biografia do Marquês de Pombal, da autoria de Pedro Sena Lino, é tão rigoroso quando se pode ser, mas não deixa de arriscar uma hipótese ou afirmar uma convicção quando a história nos deixou um vazio. É o que defende Rui Tavares, no prefácio que aqui pré-publicamos

Ideias (JL)

Regresso à escola: o que muda?

Filinto Lima, professor, presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas, escreve sobre o novo ano letivo

Ideias (JL)

O monumento